Tudo Menos Economia

Por

Bagão Félix, Francisco Louçã e Ricardo Cabral

Francisco Louçã

26 de Dezembro de 2015, 11:00

Por

Dois milhões de razões ou Girl Power?

Nicki Minaj, uma cantora de rap, fez um concerto em Luanda. Nada de surpreendente, nem mesmo o pedido de organizações dos direitos humanos para que não actuasse, considerando o julgamento em curso de presos políticos, nem muito menos que ela tenha ignorado esse apelo. Havia dois milhões de dólares em razões para fazer o espectáculo.

minaj e isabelO surpreendente foi a exibição de uma fotografia da cantora com Isabel dos Santos, apresentada por Minaj como a “oitava mulher mais rica do mundo”. Isabel dos Santos é conhecida pela sua cuidadosa reserva e a foto, autorizada, é portanto uma surpresa.

Para acrescentar a cereja em cima do bolo, Minaj diz às suas seguidoras no Instagram, a propósito deste encontro, o que se poderia traduzir como “o sucesso está à mão de semear”, ou “o sucesso está à tua disposição”. Escreve ela:

“Oh no big deal…she’s just the 8th richest woman in the world. (At least that’s what I was told by someone b4 we took this photo) Lol. Yikes!!!!! GIRL POWER!!!!! This motivates me soooooooooo much!!!! S/O to any woman on a paper chase. Get your own!!!! Success is yours for the taking!!!!! #Angola thank u to the women who brought me out here as well.”

Em Angola, a sério?

isabelO tema foi ainda mais surpreendentemente reproduzido pela própria Isabel dos Santos, que postou uma outra versão da mesma fotografia. A legenda que escreveu garante que foi o “best show ever”, “super nice”. E o grito de guerra, “girl power”.

“O sucesso está à mão de semear”, sem dúvida, para quem tem um mar de petróleo, as devidas comissões e o poder do pai ao dispor, com um país às ordens.

Parece que é mais difícil conseguir chegar a ser a oitava mulher mais rica do mundo sem este “daddy’s power”.

 

Comentários

  1. A oitava mulher mais rica do mundo!

    Cortesia da esquerda portuguesa que pôs o pai no poder em Angola depois da Abrilada.

    João Albuquerque

    1. 😀 … A sério? Há por aí uns tipos, historiadores ao que parece, que dizem que antes de este José Eduardo dos Santos ter possibilidade de fazer da filha a 8ª mulher mais rica do mundo (curioso como o ser rico é que é importante para o Girl Power, seja porque meios for… é bom de ver para quem acha que o “poder no feminino” é diferente) esteve envolvido numa guerra civil de mais de 20 anos. A revolução de Abril acabou com o colonialismo Português em Angola sim e ainda bem. Mas José Eduardo dos Santos ter-se transformado no que é hoje, ainda estar no poder e fazer de Angola a vergonha que é hoje é mais responsabilidade dos Angolanos do que qualquer suposta “esquerda portuguesa”. Tire lá da cabeça a doutrina do Estado Novo e olhe para o factos. Evitará fazer estas figurinhas…

  2. Sr. Francisco Louca o Senhor como politico para mim deve ser uns dos melhores, porque informa bem os Portugueses e sabe o que diz .informé vossa excelencia que eu fiz praticamento à minha vida no estrangeiro ,nao tenho partido politico mas gostava imenso de ver Portugal e os Portugueses felizes . mas eu nao vous falar do seu comentario .mas sim de outro PALHACO que anda ai armado en esperto que e esse pequenos comentador que ja se considéra ja PR que e Marcelo ,agora dis ele tudo tem ser apurado pelo que se passou no hospital . entao ele nao estava ao corrento o que fazia os amigos dele no governo outro enganador votais pour alguem da sociedade Civil

  3. Lá isso que diz não há como negar. Mais interessante é saber se, quando o ZeDu morrer, ela tem ou não arcabouço para se manter onde está com os generais a comerem-se uns aos outros a roerem os calcanhares à moça. Por outras palavras como ficará o canil sem o seu alfa. Há quem diga que se aguenta sem ZeDu a quem diga que não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Tópicos

Pesquisa

Arquivo