Tudo Menos Economia

Por

Bagão Félix, Francisco Louçã e Ricardo Cabral

Novembro 2015

António Bagão Félix

26 de Novembro de 2015, 08:41

Por

Topos de gama e de gamanço

Topo de gama. A propósito de quase tudo o que se vende, vem sempre à baila uma qualquer referência a um qualquer topo de gama. Topo de gama para automóveis, topo de gama para apartamentos, topo de gama para equipamentos electrónicos, topo de gama para comida para canídeos, topo de gama para topos de gama. Agora que se aproxima o Natal, cada vez mais comercialmente antecipado, eis, em todo o seu esplendor, o maior expositor de topos e de gamas…. Continuar a ler ›

Francisco Louçã

25 de Novembro de 2015, 09:01

Por

E se de repente lhe oferecerem um governo?

Há governo e é um governo moderado. Há ministros e funções, prazos acelerados, contas a fazer, políticas a concretizar, partidos a precisarem as suas estratégias. Disso tratarei amanhã em algum detalhe. Nota-se entretanto uma contradição evidente entre a percepção social do novo governo e o incómodo de alguns comentadores. Aqui está o meu prognóstico: esse mal estar vai ser enterrado num ápice. E não é difícil antecipar a razão dessa viragem esperada. Do seu lado, o novo governo venceu esta… Continuar a ler ›

Francisco Louçã

24 de Novembro de 2015, 10:19

Por

Ao 50º dia fez-se luz: o Presidente ainda vai pensar mais um bocadinho

A lista de “exigências” do Presidente ao secretário-geral do PS são o cândido retrato da telenovela em que Cavaco Silva mergulhou o país. Não esclarecem nada, não ilustram o poder do Presidente, não condicionam o futuro governo, não resolvem um único problema de Portugal. São desastradas e limitam-se a exigir uma repetição ritual de afirmações anteriores. Foram simplesmente a forma de avançarmos até ao 51º dia da crise, que é hoje. Cumprida essa missão relevante de perder mais um dia,… Continuar a ler ›

António Bagão Félix

24 de Novembro de 2015, 08:03

Por

“Marisa, Presidente” em outdoor e “Marcelo, Presidente” em indoor.

Há poucos dias, um amigo britânico perguntava-me, com ar algo admirado, se Mariza se iria candidatar à Presidência da República? Confesso que não percebi a pergunta de imediato. É que ele já tinha visto um outdoor com a inscrição “Marisa, Presidente” e a questão advinha de a fotografia não coincidir com a face da magnífica fadista portuguesa, o que o deixara confundido. Só uns dias depois vi esse outdoor (bem feito, aliás), mas, logo na altura da nossa conversa, acabei… Continuar a ler ›

Francisco Louçã

23 de Novembro de 2015, 06:40

Por

O pior da publicidade e é a história das nossas vidas

Enquanto o Presidente consulta a esfinge, agora um assunto importante: a forma como nos vemos ao espelho. Ou melhor, a forma como nos mostram o que vemos ao espelho, ou seja, a publicidade. A publicidade é a narrativa dos nossos tempos. Cria fábulas, configura personagens, apresenta corpos, estimula desejos, é por isso uma história de conveniências, de culturas e de escolhas. O mercado no seu esplendor, ou seja, política concreta, dirão os leitores e só posso concordar. Mas a publicidade… Continuar a ler ›

Ricardo Cabral

22 de Novembro de 2015, 21:00

Por

766,7 milhões de euros de segredos

O Expresso deste fim-de-semana, confirma a tese que avancei a 25 de Outubro de 2015 – após a aprovação em Conselho de Ministros de um anexo, que não é público, ao contrato de privatização da TAP -, de que, em resultado dessa resolução do Conselho de Ministros, a dívida da TAP privatizada beneficiaria de uma garantia pública. Tendo tido acesso a cópia de um outro acordo assinado entre a Parpública e os bancos financiadores da TAP, aprovado por despacho do… Continuar a ler ›

Tópicos

Pesquisa

Arquivo