Tudo Menos Economia

Por

Bagão Félix, Francisco Louçã e Ricardo Cabral

Janeiro 2015

Francisco Louçã

25 de Janeiro de 2015, 10:50

Por

Dia Zero

Talvez Leonard Cohen, sempre suave, seja demasiado apoteótico para os dias de hoje. Mas, citado em Atenas no último comício do Syriza antes da contagem dos votos, que termina dentro de horas, evoca simplesmente um estado de espírito. “Primeiro tomamos Manhattan, depois tomamos Berlim”. Mas leia o resto da letra: depois de vinte anos de aborrecimento por tentar mudar o sistema por dentro, venho agora devolver-lhes, primeiro tomamos Manhattan, depois tomamos Berlim. Amaste-me como um perdedor, agora tens receio de… Continuar a ler ›

António Bagão Félix

25 de Janeiro de 2015, 09:18

Por

Eusébio da Silva Ferreira & Cristiano Ronaldo

Domingo, dia de desporto, em geral e de futebol, em particular. Quanto a este, houve, há dias, uma gala onde, como agora é norma, se distribuíram prémios, galardões e distinções. No centésimo aniversário da Federação Portuguesa de Futebol, uma efeméride indiscutivelmente marcante para este desporto-rei. Cristiano Ronaldo foi considerado o melhor jogador português do século. Uma atribuição que se dirá quase inevitável depois de, pela 3ª vez, ter sido distinguido, com inegável vantagem, como o melhor jogador do ano em… Continuar a ler ›

Francisco Louçã

24 de Janeiro de 2015, 11:51

Por

“Sono de Inverno”, de Nuri Bilge Ceylan

O filme ganhou a Palma de Ouro em Cannes. É isso muito ou pouco? É cada vez menos. Em todo o caso, os críticos elogiaram mais o anterior filme de Ceylan, “Era uma vez na Anatólia” (2011), e consideraram este “Sono de Inverno” mais tchekoviano mas mais pesado, devido ao seus longos silêncios, explorações psicológicas previsíveis e, sobretudo, à simplicidade da neve e do gelo que vão ocupando o enredo. Aydin é um actor reformado que gere um pequeno hotel na… Continuar a ler ›

Ricardo Cabral

23 de Janeiro de 2015, 14:14

Por

Como cozer uma rã suíça?

  “A história da rã em água a ferver é muito conhecida. Descreve como se pode lentamente cozer uma rã viva. Se uma rã for colocada em água a ferver, ela salta para fora da panela, mas se for colocada em água fria aquecida lentamente, a rã não percebe o perigo e será cozida até à morte. A história é muitas vezes usada como uma metáfora para a incapacidade ou falta de vontade das pessoas para reagir a mudanças significativas… Continuar a ler ›

Francisco Louçã

23 de Janeiro de 2015, 11:32

Por

O mapa do tesouro

Serviço público é isto: Mariana Mortágua, deputada, criou um blog para que todos os leitores possam aceder a detalhes (e à sua análise) dos factos da comissão de inquérito ao BES. Nesse blog podemos encontrar explicações para navegarmos no labirinto dos termos técnicos, detalhes que foram ocultados da opinião pública e até curiosidades interessantes, como a venda de uma das empresas por um euro. Mas, sobretudo, podemos vislumbrar o mapa do tesouro (imagem em cima, clique para aumentar): as ligações das empresas… Continuar a ler ›

António Bagão Félix

23 de Janeiro de 2015, 08:00

Por

A maioridade do Ciberdúvidas

Há dias, o Ciberdúvidas atingiu a maioridade: completou 18 anos. Tempo curto para um projecto sustentado, tempo extenso para uma iniciativa tão inovadora quanto corajosa. Este sítio na Net é um marco assinalável na defesa e protecção da nossa língua, a sexta mais falada no planeta. Um sítio pedagógico, ilustrativo, reflexivo, esclarecedor, noticioso e, quando necessário, polémico. Um verdadeiro bem público (até no sentido técnico, porque não rival e não excludente) de carácter abrangente quanto aos seus utilizadores e universal… Continuar a ler ›

Tópicos

Pesquisa

Arquivo