Tudo Menos Economia

Por

Bagão Félix, Francisco Louçã e Ricardo Cabral

António Bagão Félix

21 de Janeiro de 2015, 09:51

Por

Estado de choque

O país está em estado de choque. Parece que o nosso Cristiano Ronaldo e a sua namorada russa decidiram pelo desenlace, antes até do enlace. O país cor-de-rosa ficou atónito e as manchetes sucedem-se, especulando sobre tudo e sobre nada.

Nos próximos tempos está, assim, assegurado o aumento de tiragem das revistas sociais e da audiência da parte social dos telejornais. Como se já não bastasse, no mundo fantasioso que é a sua matéria-prima, a fartura de encontros e desencontros, amores e desamores, juras de fidelidade e infidelidades ajuramentadas, frases feitas, desfeitas e meias-desfeitas, ou o bipolar afectivo “agora ele é só meu” e “agora ela é só minha”, antes do previsível “mas somos amigos para sempre”.

Tudo através de “TAC afectivos” e relatórios circunstanciados. De quem gosta dessa generosidade sempre altruísta de se dar a conhecer na privacidade, até que um dia o efeito boomerang lhes causa a dor da intrusão consentida.

Comentários

  1. A atenção continuamente devotada a esta notícia (não haverá nada de mais importante, mesmo à nossa porta?) e as “preocupações” que afligem a nossa “sociedade” deveriam dar que pensar: de facto, é…chocante!
    Simultaneamente, continuam as notícias doutro caso “exemplar”: Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho – esses sim, enlaçaram-se -, de que o DN de hoje dá conta. Ainda mais chocante!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Tópicos

Pesquisa

Arquivo