Tudo Menos Economia

Por

Bagão Félix, Francisco Louçã e Ricardo Cabral

Ricardo Cabral

10 de Novembro de 2014, 13:15

Por

Oi ;-) diz a Terra Peregrin

A Terra Peregrin, sociedade detida por Isabel dos Santos, a maior empresária angolana e filha do presidente de Angola, lançou uma oferta pública de aquisição (“OPA”) sobre a Portugal Telecom SGPS (PT SGPS). A PT SGPS detém, presentemente, um interesse accionista directo e indirecto de 37,4% na Oi.

Em posts anteriores abordei ao de leve, as complicações e os avultados prejuízos dos negócios da PT com a Oi e, em particular, da “fusão entre as duas empresas”. Esta “fusão” na realidade foi uma aquisição em que a Oi comprou os activos reais da Portugal Telecom SGPS (ou seja, a Portugal Telecom), dando em troca acções da própria Oi.

A OPA da Terra Peregrin faz sentido para quem a faz. Se tiver sucesso (o que não é certo, entre outras razões, porque a Oi pode ter-se precavido contra esta possibilidade):

– beneficia do baixo preço das acções da PT SGPS, que está abaixo do seu valor contabilístico;

– a Terra Peregrin pode ficar em condições de pôr “areia na engrenagem” da Oi, por exemplo se for possível impedir: a venda do interesse económico de 18,8% que a Oi possui na Unitel em Angola; ou a venda da Portugal Telecom; ou ainda a operação de aquisição da TIM Brasil ambicionada pela Oi. Ora estas potenciais dores de cabeça causadas à Oi valem dinheiro. O mais natural é que a Oi esteja disposta a abdicar de uma parte dos seus ganhos no negócio com a PT, em benefício da Terra Peregrin, para se ver livre dessas dores de cabeça.

E, afigura-se, reside aí a “lógica” desta OPA.

Comentários

  1. A PT foi o piggy bank do GES enquanto aguentou.. (tal como a BRISA tem sido para os Mellos).. Quando ficou tudo destroçado com as “engenharias” de PT Portugal, PT SGPS, CorpCo/Oi, etc.. eis que entra um salvador a estragar a festa dos Ois, com uma intervenção que lhes está a fazer soltar um Ui.. Espera-se que esta acção tenha o sucesso pretendido e possa salvar a PT dos abutres que estão no horizonte. Tal como os chineses da FoSun salvaram a ES Saúde e a integraram na Fidelidade, espera-se que os angolanos salvem a PT e a integrem na NOS.. Ganhamos nós o que perdemos quando a OPA de Belmiro foi rechaçada porque os Espíritos estavam mancomunados com o governo de então que dispunha dos votos da posição acionista da CGD e da Golden Share.. O governo entregou o ouro ao bandido e agora a guerrilheira africana vem resgatá-lo.. Ainda bem. Desejo a melhor sorte.

  2. caricato
    a altice ia comprar a pt para a ‘desmantelar’ ; caricato , ia vender a tmn ; wake up
    não há desmantelamento nenhum . é só uma questão de preço e rendimento (o verso é despedir gente)

    Já a angolana , a angolana está a sonhar

    1. Isa dos Santos ajuda a cumprir o sonho da burguesia nacional , “Portugal é um Óasis”
      como se a política não fosse o reflexo da economia , como se Presidente e PM quisessem dizer alguma coisa . poupem-me . “burguesia” ,, “acumulação primitiva” , tonterias
      Quando o Mal é que rege, a classe abate, isto é 1a “pilhagem” ; as instituições (a começar pela PGR) são uma “farsa” ; a direção “delinquente” ……
      Rui Machete há pelo menos 6 anos que foi “empalhado” …..

  3. formavase já um consórcio bancário e empresarial para fazer facce à situação . e integravam nisso os feitos dos Magalhães que era sobre rodas . é só conversa e pareceres . pareceres pareceres os juízes foram expulsos de Lorosae
    nem rendimento nem abraços ; é tudo uma malagueta e o preço da base de dados

    1. não sei se portugual tem hipóteses no software ; portugal não tem hipóteses em nada ….. apenas aquela simpatia natural ; e uma Universidade domesticada

  4. isto é mt esquisito
    como é que a autoridade da concorrencia autorizaria um solução que fosse
    seja a empresaria angola ter uma posição de 30% na Oi , seja comprar a PT-portugal ; não pode
    isto é mt esquisito ;
    qualquer dos cenários fica com possibilidade de dominar o mercado em portugal ,
    como é q izto avança – nao tou a ver. cá para mim foi só para chatear é os factores de bloqueio à massa teórica dos angolanos em portugal

    nada disto faz sentido ; a única hipotese é um unwind da fusao ; ou a grande maioria dos activos da PToriginal (SGPS). essa vale 12 B € ; a Pt-portugal 7 B€.
    não há dinheiro, não há dinheiro ; não há dinheiro o caraças ; já devia era estar feito e o Granadilho na prisão

    1. Isso eu também não percebo. Se a mesma empresa pode ter a NOS/Optimus e o MEO/TMN, então a Autoridade da Concorrência não serve para nada.

Responder a tretas Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Tópicos

Pesquisa

Arquivo