Tudo Menos Economia

Por

Bagão Félix, Francisco Louçã e Ricardo Cabral

Julho 2014

António Bagão Félix

30 de Julho de 2014, 09:38

Por

O dever acima de tudo

O dever acima de tudo está-se transformando cada vez mais numa “pedra-pomes” ética: pouca densidade e muitos buracos. O pobre artigo definido o vai sendo abandonado pelo substantivo dever que se transfigura num verbo que desagua num mar (offshore) de muitas verbas. Os últimos acontecimentos têm mostrado à saciedade que o dever acima de tudo é apenas um registo financeiro de acima de tudo … dever. E deveras, diria Dona Inércia.

António Bagão Félix

29 de Julho de 2014, 13:30

Por

Itinerário e palíndromos

BEStial. BESuntar BESouro. CluBES. BEStalhão. BESteira. BESta-fera. BESt-seller. GEStação. GEStão. GEStores. AutoGEStão DiGEStão. ConGEStão. GEStémico. GESticular. EleGES. DiverGES. ReaGES. ExiGES. FoGES. AperceBES. DesproteGES. Um itinerário, como este, pode precisar de palíndromos, uma espécie de capicuas que, em vez de números (ou imparidades), tem letras (ou papel comercial). Isto é, não há alteração de sentido quando a palavra é lida de trás para a frente, da direita para a esquerda ou da esquerda para a direita. Por exemplo: Asa, ala, ata,… Continuar a ler ›

Francisco Louçã

29 de Julho de 2014, 09:16

Por

Explique melhor, se faz favor, quanto custa a “nova leitura” do Tratado Orçamental e “cumprir” a dívida

A justificação de António Costa para não incluir a dívida e a Europa na agenda da conferência de sábado passado é implausível e até atabalhoada: não é simplesmente verdade que sejam questões de curto prazo. A Europa está, o Tratado Orçamental dura o tempo do euro e a dívida impõe o controlo externo das nossas contas até 2045. Nenhum desses problemas é de curto prazo e até surpreende que alguém possa tratá-los como se fossem triviais. Seguro saltou logo sobre… Continuar a ler ›

António Bagão Félix

28 de Julho de 2014, 17:00

Por

Selfies e solipsismo

A selfie está na moda. É mesmo uma praga. “Selfie” é um neologismo inglês resultante da junção do substantivo self com o sufixo ie (ou y) e que designa uma fotografia tirada por alguém a si próprio (só ou acompanhado), em regra através de um telemóvel com câmara. De tanta selfie tirada, falada ou colocada sobretudo nas redes sociais (em 2013, o uso da nova palavra aumentou 17.000 %), foi considerada a palavra internacional do ano passado pelo prestigiado Oxford… Continuar a ler ›

Francisco Louçã

28 de Julho de 2014, 11:35

Por

As palavras porcas e a censura respeitável

Tem o Público vindo a divulgar uma coleção curiosíssima de livros proibidos durante a ditadura. Para os leitores desatentos, pode ficar a noção de que esta censura era uma perseguição específica criada pelo salazarismo e outros fascismos, em contraste com o iluminismo que os Estados democráticos cultivariam. Nada de mais errado. Uma investigação académica recente, de Kevin Birmingham (“The Most Dangerous Book: The Battle for James Joyce’s ‘Ulysses’”, Londres, Penguin), estuda a peregrinação em 1922 de Harriet Weaver, uma herdeira rica, apaixonada… Continuar a ler ›

Ricardo Cabral

28 de Julho de 2014, 07:43

Por

Sem condições para descolar

Vale a pena ler a entrevista do DN/Dinheiro Vivo (26/7/14) a Miguel Pais do Amaral. Entre outras afirmações curiosas, algumas delas na sequência do “sismo” GES/BES, refere a intenção de um consórcio em que participa, juntamente com o seu sócio Frank Lorenzo, “apresentar brevemente uma proposta para a compra de 100% da TAP”. Um comentário de um leitor anónimo (“Maverick”) a esta entrevista levou-me a pesquisar – de forma superficial, reconheço – a “história” da experiência de Frank Lorenzo em… Continuar a ler ›

Tópicos

Pesquisa

Arquivo