No tempo em que os animais não falavam

Um manifesto (não panfletário) sobre a destruição da biodiversidade. “Prestem atenção ao grito silencioso e ensurdecedor do nosso planeta e uni-vos!”, pede a autora, Eduarda Lima. “Tudo começou quando um pássaro deixou de cantar. E todos os outros pássaros deixaram de cantar.” Gatos, cães, insectos, galinhas, ninguém se fazia ouvir. Nada de leite das vacas, […]






Emoções em órbita, à volta de nós

Van Gogh dizia ao irmão que não se esquecesse de que as emoções são os capitães das nossas vidas, a quem obedecemos sem saber. Neste livro, somos convidados a contemplá-las e a compreendê-las. Pensado inicialmente para ser um diário com “desafios breves, práticos e criativos, que levassem a olhar à nossa volta, olhar para o […]






Com os olhos (e o coração) no céu

Um livro que é uma homenagem a uma educadora que partiu demasiado cedo e uma ajuda para as crianças lidarem com a perda. Para os outros, também. “Foi quando vi os balões impelidos pelo vento na minha direcção que percebi. Eu tinha estado doente, sentira-me fraca e cansada, cada vez mais fraca, até ao momento […]






O ovo, o ninho e o voo. Depois, as nuvens

Criado para a primeira infância, Aves — Trilogia para Bebés é uma viagem em três actos, com sons lá dentro. Palavras, música, palmas e duas línguas destravadas. Um CD que começou por ser um espectáculo e que se apresenta como “um objecto sonoro para partilhar no casulo familiar”, brincando “com a sonoplastia e com as palavras para […]






Uma homenagem feliz aos mais velhos

A autora reencontra o avô através da memória do banco de madeira em que ele se sentava. A ilustradora vai aos “bolsos das recordações” e também dá de caras com os seus avós. A Geração dos Bancos de Madeira foi escrita, segundo Sara Brandão, numa tentativa ingénua de reencontrar o avô nas coisas mais simples. “Recordo-o muitas […]






A gritar é que a gente se desentende

Discórdia é um livro que também pode ser entendido por crianças, mas que se destina a todos. Fala, sem palavras, da urgência de se criar pontes de entendimento. Com esperança. Integrado na colecção Imagens Que Contam, esta narrativa visual, explica-nos a autora, brasileira, começou assim: “Achei intrigante brincar com a ideia de fazer um ‘livro silencioso’ bem […]






Um conto feliz da tradição judaica

José ganhou uma manta assim que nasceu. Feita à mão pelo avô, que era alfaiate, a coberta vai acompanhá-lo por muito tempo. O autor português da adaptação de A Manta do José, Miguel Gouveia, encontrou uma versão deste texto há cerca de dez anos, no livro Joseph Had a Little Overcoat, de Simms Taback. “Esse texto usa […]






Virginia Woolf para menores

O conto A Cortina da Senhora Lugton foi encontrado entre as páginas do manuscrito do romance Mrs. Dalloway, de Virginia Woolf. Data de 1924, mas não se nota. A senhora Lugton adormeceu com um tecido azul sobre os joelhos. “Estava a ressonar muito alto. Deixou cair a cabeça; os óculos haviam-lhe subido para a testa. Estava sentada perto do […]






A magia do riso (e da amizade)

Rir é bom, fazer rir também. Filipe ria que se fartava, Luís não. Isso não os impediu de se tornarem bons amigos. O título do livro causa estranheza, atrapalha a dicção e provoca logo um sorriso: Síul, Epilif e o Grande Zigomático. Descodificando, Síul é “Luís” ao contrário, Epilif é “Filipe” de trás para diante, Zigomático é o músculo principal responsável pelo […]






Os abraços imaginários de André Ruivo

O ilustrador não precisou de uma pandemia para valorizar e desenhar abraços. Continua a fazê-lo. Lançado inicialmente em Dezembro de 2018, em Lisboa, Abraços teve uma apresentação posterior em Junho de 2019, na Festa da Ilustração de Setúbal. Foi nesta última que demos conta deste livro de André Ruivo, que reúne uma série de manifestações de afecto, consolo, […]






À procura de poetas

Encontrar a poesia e o poético não significa encontrar poetas. Nana ainda não sabe isso. Nana descobre a poesia e o amor. Por esta ordem. Nascida numa ilha, escolheu ter esse nome depois de a avó partir para sempre. (“Nana” significa “cantiga para adormecer”.)  “Agora que já não estás, em nana me transformarei. Nana da […]






Era uma vez… uma história

A mãe começa a contar uma história ao filho, que embala no colo. As perguntas da criança acabarão por definir o rumo das personagens e o desfecho da narrativa. “Era uma vez um ursinho que foi pescar…”, diz a mãe, ao iniciar uma história. É o filho que lhe dará um nome, um chapéu, um […]






Aprender a esperar e a contemplar

Um livro sobre a paciência e a impaciência. Para Miyuki é urgente que uma pequena flor do seu jardim, ainda em botão, se abra e floresça. No primeiro dia de Primavera, a pequena Miyuki acordou de madrugada, percorreu descalça as áleas do jardim e foi ter com o avô, apressada: “— Levanta-te Avô, levanta-te! O dia despertou […]






O mar que se escuta nos búzios

Quem nunca encostou um búzio ao ouvido para ouvir o mar? Em Sopros do Mar Antigo, um velho conta a origem desse eco misterioso. Uma história escrita há mais de 30 anos, quando a autora, Emília Ferreira, andava pelos 20 e poucos. Nela se relata poeticamente a relação entre as marés e a Lua e se […]






Destravar a(s) língua(s) no Dia da Europa

Para assinalar o Dia da Europa, que hoje se comemora (dia 9 de Maio), recuperamos um Livro para escutar que muito nos divertiu a realizar, com vários colegas da redacção do PÚBLICO. Foi em 2008 que ficámos a conhecer este livro. Trava-Línguas, Trabalenguas, Virelangues, Tonguetwisters, Scioglingua é (escreve-se na contracapa) “um livro para quem gosta de… trocar […]