Presépios, presépios, presépios

Presépios

PresépiosBamberga pode ser conhecida pela sua beleza, os edifícios históricos ou a cerveja, mas na época de Natal a cidade alemã, classificada como Património da Humanidade, ganha um novo atractivo: os presépios.

Eles estão um pouco por todo o lado, em igrejas e pátios privados, em montras de lojas ou em museus. O gosto por estas criações é tanto que até existe mesmo um Museu dos Presépios.

É um museu privado, que se esconde atrás do aspecto algo caótico de uma loja de antiguidades e velharias. Tudo da responsabilidade de Eric Baumann.

Eric apaixonou-se por um presépio da casa dos pais com apenas 3 anos e, tendo visto recusado o pedido para que lho oferecessem, deitou mãos à obra e construiu um ele mesmo. Nunca mais parou.

PresépiosAgora diz que é melhor a restaurar presépios do que a criá-los e quanto a coleccioná-los… Bom, o melhor é espreitar o museu dele. As peças em exibição nunca são as mesmas. Eric pode mudá-las sem problemas porque, diz, “mostramos cerca de 60 presépios de cada vez, mas esse número é apenas um ou dois por cento da colecção”.

Há presépios raros do século XIX, outros mais actuais, de cera, de papel, de cerâmica ou madeira. De África, América Latina ou Ásia. E muitos da Europa, claro. Eric diz que tem alguns de Portugal, lembra-se bem de um de Estremoz.

Desta vez não estava exposto, mas quem sabe se não o apanhamos na próxima visita.

Patrí­cia Car­va­lho viaja a con­vite do Turismo da Alemanha

Presépios fotografia 2

fotografia 3afotografia 4a fotografia 5

Esta entrada foi publicada em Alemanha com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/emviagem/2014/12/07/presepios-presepios-presepios/" title="Endereço para Presépios, presépios, presépios" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>