O barbeiro de Pablo Picasso

Copyright: Renato Cruz Santos www.facebook.com/renatocruzsantos

Vallauris é o palco desta história — que só não aconteceu em Espanha por culpa de Franco. Homem de poucos estudos, Eugenio Arias aprendeu a arte do tio, barbeiro. O pai era alfaiate, a mãe guardava ovelhas e ele começou a trabalhar aos onze anos na barbearia, onde se encaixava uma pequena biblioteca e várias discussões sobre teatro e artes no geral. Eugenio teve vários clientes camaradas e juntou-se à resistência, onde conheceu Picasso. Em 1948, depois da Guerra, estabeleceu-se em Vallauris, onde Picasso tinha uma das suas casas.

Arias descrevia o artista como o seu segundo pai e o seu “segundo pai” ofereceu ao filho adoptivo um automóvel para ter a certeza que ele nunca falharia um compromisso (e um corte de cabelo, que nunca foi basto). Pablo Picasso foi o seu padrinho de casamento e preferiu sempre expor os seus quadros e esculturas na sua barbearia do que vendê-las a coleccionadores alemães ou japoneses. E quando Franco morreu, em 1975, Arias regressou a Buitrago, localidade espanhola que ainda hoje alberga o Museu Picasso.

Em Vallauris, no rasto de Pablo Picasso, é fácil não dar pelas portas da antiga barbearia, de fachada verde e preta. Uma, fechada, à espera de melhores dias, conserva objectos, cadeiras, espelhos e memórias de outros tempos. A outra, foi alugada há cerca de um ano pela artista brasileira Irene Hamilton, há dez anos em França e há um nesta localidade de artistas e cerâmica. “Pierre, filho de Eugenio, queria alugar, mas não queria tirar nada”, disse à Fugas. “Insisti porque vi que este era um bom sítio para pintar”.

No cimo da rua fica o Museu Nacional Picasso. Uns metros abaixo da barbearia, está escondida a Galeria Madoura, uma imperdível cápsula do tempo.


Luís Octávio Costa e Renato Cruz Santos em Nice a convite da easyJet e da Atout France

Esta entrada foi publicada em França com os tópicos , , . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/emviagem/2014/04/13/o-barbeiro-de-pablo-picasso/" title="Endereço para O barbeiro de Pablo Picasso" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>