Receita para um banho de lama no Mar Morto

A lama do Mar Morto é um cuidado de beleza tão lendário quanto os banhos de leite de burra de Cleópatra. Se nos dias de hoje poucos enchem a banheira com leite de burra, um animal em vias de extinção de cujo o leite se fazem em Portugal bons sabonetes, ainda há multidões que acorrem ao leito do Mar Morto para se besuntarem com a lama de locais estratégicos das suas margens.

Acorremos a um dos spas dos hotéis de Ein Bokek, um oásis turístico na margem israelita do Mar Morto, especializado em tratamentos com a lama rica em minerais de um dos pontos mais baixos da Terra. Mas deixando o cenário cinematográfico do deserto lá fora, descobrimos que o conceito é, no entanto, muito mais encantador do que a experiência. Deixamos a receita dos 30 minutos em que nos transformámos num wrap humano.

  •  Pegue num alguidar cheio de lama do Mar Morto e aqueça durante cerca de cinco minutos no micro-ondas. Pode usar qualquer pessoa, mas tenha em consideração que quanto maior for, para cima ou para os lados, mais lama terá que usar!
  • Ao sair do micro-ondas, a lama terá de estar quente, mas tolerável pela pessoa. Teste primeiro uma pequena porção sobre a pessoa, se ela se queixar, reserve e espere para esfriar a lama. Se não houver gritos, sinta-se à vontade para a besuntar toda.
  • Comece pelas costas. Estando cobertas por uma camada generosa, deite a pessoa de barriga para cima.
  •  Com a pessoa deitada, vá cobrindo pés e pernas. O plástico sobre a marquesa, para além de a proteger de ficar suja, vai agora envolver todas as partes que já têm lama em quantidade, qual película aderente.
  • Repita o processo até toda a pessoa estar o mais próximo possível de um pedaço de frango com molho pronto para guardar no frigorífico.
  • No final, tape a pessoa com várias toalhas e pelo menos dois cobertores velhos que tenha usado no Inverno passado – não se preocupe se estiverem mais de 40º lá fora.
  • Reserve durante uns 30 minutos, no escuro e em silêncio.
  • Passado o tempo de repouso, passe por água limpa, num duche frio energético. Não é preciso a amassar, a pessoa está pronta para seguir viagem. De preferência para flutuar numa das muitas praias privadas que existem em Ein Bokek.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>