Em Cartagena, como os romanos

Foi por acaso, como aconteceu com muitas das descobertas da Roma Antiga. Ninguém imaginava (nem nós passageiros de um cruzeiro, visitantes por algumas horas) que Cartagena (Carthago-Nova), na região espanhola de Múrcia, abrigasse tantas ruínas romanas.

É possível visitar uma casa da época romana do século I a.C (Casa de la fortuna) de 204 metros quadrados, que foi encontrada quando se construía um prédio residencial na década de 1970, o bairro do Foro Romano, as muralhas púnicas.

Mas espectacular mesmo é o Teatro Romano, também datado do fim do século I a.C e que só foi descoberto em 1988 no subsolo de um bairro pobre de pescadores. Até a velha catedral da cidade se sobrepunha parcialmente a este antigo teatro, que tinha capacidade para 6000 pessoas.
O teatro – em ruínas praticamente intactas – é a jóia da coroa do Museu Romano e é a última “peça” à mostra, tornando a viagem à Roma Antiga ainda mais excepcional.

 __
Simone Duarte viajou a con­vite do Club Med, no cru­zeiro “Club Med 2″, e da TAP. Fotografias deste post: Cortesia de Luís Canto/Presstur

Esta entrada foi publicada em Cruzeiros, Espanha com os tópicos , , . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/emviagem/2013/05/08/em-cartagena-como-os-romanos/" title="Endereço para Em Cartagena, como os romanos" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>