Marinheiro de primeira viagem

fotografia veleiroO Club Med 2 parte de Lisboa devagar. Com seus cinco mastros, mas sem as velas ao vento, passa sob a ponte 25 de Abril a caminho do Atlântico – só esta imagem já valeria a viagem. O veleiro em que viajamos ao longo desta semana com paragem em vários portos do Mediterrâneo é o único cruzeiro do Club Med, que tem mais de 80 resorts no mundo. Já este, é mesmo um resort flutuante.

Para quem nunca viajou num cruzeiro, a primeira lição é o exercício de salvamento (aliás, a primeira mesmo é tentar fazer a mala…), que todos são obrigados a fazer, antes mesmo do veleiro partir do cais.

fotografia3Mas, agora, que a visão panorâmica de Lisboa ficou para trás, o que fazer durante as próximas 24 horas em que estaremos pelo oceano a caminho de Tânger – primeiro porto de paragem?

Bem que se tenta acordar cedo (depois de se tentar dormir com o balanço da ondas) para não perder a primeira aula de ginástica do dia. Sem sucesso. O desejo de se atirar a uma espreguiçadeira ao sol parece distante, dado o vento e frio. Quem disse que em alto-mar não há imprevistos? O maior vem agora.

O comandante anuncia pelo altifalante que não vamos poder ir a Tânger. Fim do mistério que começara pela manha. Recebera um alerta do Governo marroquino, que por razões de segurança, desencorajava o veleiro a atracar no porto de Tânger – receio de ataques terroristas.

fotografia

Decepção no mar e suspiros de alguns passageiros. Próxima paragem que não estava no roteiro: Cádis, Espanha. Adieu Marrocos.

Entre imprevistos uma boa noticia, o sol desponta, estamos em mar aberto e, por fim, uma espreguiçadeira ao sol: agora sim o cruzeiro começou.

__
Simone Duarte viaja a con­vite do Club Med, no cru­zeiro “Club Med 2” , e da TAP

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>