Uma carta de amor à Ucrânia escrita a luz e estrelas

A Avenida do Mar, na cidade do Funchal, transbordava de gente quando os meganofes invocaram o momento solene:”E agora, vamos ouvir o hino nacional da Ucrânia”.

Ainda que estivessem de pé e de olhos postos no ceú, não era a reverência, mas antes a expectativa que motivava as pessoas – ou não se soubesse o quanto os madeirenses são entusiastas de fogo-de-artifício (ver imagens de 31 de Dezembro/1 de Janeiro de qualquer ano)

Nesta edição do Festival de Fogo de Artifício da Madeira, uma espécie de Jogos Olímpicos da pirotecnia, apresentam-se a concurso três países: Áustria, França e Ucrânia, brindando a ilha com um espectáculo piromusical em cada sábado de Junho.

Apanhámos os fogos da Ucrânia a bailar na noite do Funchal ao som de um mix de folclore com os sucessos da pop ucraniana dos últimos anos. O espectáculo, literalmente entitulado “The fires of Ukraine”, abriu com uma canção de Oleg Shack onde o refrão foi feito para ser entendido por todos. “I love Ukraine. I love Ukraine”. Uma carta de amor à Ucrânia perdida no ceú entre a Madeira e as Desertas.

[Ana Brasil e Rui Camacho (fotos) na Madeira]

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>