Tudo Menos Economia

Por

Bagão Félix, Francisco Louçã e Ricardo Cabral

Abril 2017

Ricardo Cabral

30 de Abril de 2017, 20:40

Por

Menos é mais, em questões de consolidação orçamental

Para este co-autor do relatório do Grupo de Trabalho sobre a sustentabilidade da dívida externa têm sido muito interessantes e, em muitos casos, pertinentes, as reacções a esse documento. Comecemos pelo ponto de partida: a tese TINA (do acrónimo inglês “There is no alternative”) de que não haveria alternativa à estratégia de austeridade para a consolidação orçamental definida pelo Tratado Orçamental. Existem vários critérios no conjunto de legislação e regras conhecidas por Tratado Orçamental. Sendo assim, existem diversas interpretações possíveis…. Continuar a ler ›

Francisco Louçã

28 de Abril de 2017, 13:15

Por

O escroque contra a fascista

Entendamo-nos: o início da campanha da segunda volta correu pessimamente a Macron. Deslumbrado, festejou no domingo os 24% como se já tivesse a presidência no papo, esqueceu-se de que lhe faltam outros 27%. Arrogância. Esqueceu-se de que houve uma greve geral contra o seu governo há um ano. Insensibilidade. Esqueceu-se de que a lei que tem o seu nome foi imposta pelo Presidente por fora do parlamento dada a revolta dos próprios deputados do PS. E que lei: cartas de… Continuar a ler ›

António Bagão Félix

27 de Abril de 2017, 08:34

Por

IRS: reforma e contra-reforma (II)

No texto da passada terça-feira escrevi sobre os efeitos das alterações relativas às deduções à colecta do IRS em 2015. Hoje, baseando-me na mesma publicação da Autoridade Tributária, assinalo alguns pontos sobre a progressividade do imposto. Assim: 1. Variando as taxas nominais dos escalões de IRS entre 14,5% e 48% (não se considerando aqui a taxa adicional de solidariedade para rendimentos colectáveis superiores a 80.000€ e que varia entre 2,5% e 5%, nem a sobretaxa de IRS), verifica-se que a… Continuar a ler ›

Ricardo Cabral

26 de Abril de 2017, 20:13

Por

E se o défice público derrapar para menos de 1,5% do PIB?

Segundo o Negócios, os dados do FMI revelam que Portugal foi o país que mais melhorou o seu saldo estrutural primário entre 2010 e 2017:  – 10,7 pontos percentuais do PIB potencial, o equivalente a uma melhoria do saldo estrutural de 1,5 pontos percentuais, em média, por ano. E, ainda de acordo com o mesmo jornal, a Comissão Europeia chega a uma estimativa de melhoria do saldo estrutural primário, nesse mesmo período, de 7,2 pontos percentuais do PIB potencial. Por… Continuar a ler ›

Francisco Louçã

25 de Abril de 2017, 13:16

Por

A França, cantando e rindo

Um suspiro de alívio atravessou as chancelarias no domingo à noite e houve governos europeus que, mesmo antes de o Presidente francês o fazer, se precipitaram para apelar ao voto em Macron. No centro e até na esquerda ouvem-se vozes indignadas exigindo essa mesma entronização, castigando quem se atreva a sugerir que perceber o risco é útil para o combater. Tal precipitação partilha aliás um consenso que convém a ambos os candidatos que chegam à segunda volta das presidenciais francesas:… Continuar a ler ›

António Bagão Félix

24 de Abril de 2017, 08:38

Por

IRS: reforma e contra-reforma (I)

A Autoridade Tributária publicou, em 31 de Março, as Estatísticas do IRS 2013-2015. Trata-se de informação muito completa e que permite uma análise ponderada para quem queira estudar este assunto com factualidade e, não apenas, com palpites, preconceitos e ideologia. Claro que o documento exige trabalho e atenção, condições que, convenhamos, não são a especialidade de parte dos políticos e comentadores da nossa praça. Mas, também, a comunicação social pouca ou mesmo nenhuma importância deu ao relatório, ela que está… Continuar a ler ›

Tópicos

Pesquisa

Arquivo