MySpace e Google contra o Facebook

Outro título possível para este artigo seria: A guerra e a sobrecomplexificação da Web social.

As redes sociais online – como o Facebook, MySpace e Hi5 – são um dos pontos definidores da Web social e plataformas de excelência para publicidade direccionada (e, já agora, são sites particularmente vulneráveis ao desinvestimento publicitário previsto para os tempos de crise).

Tendo em conta que as principais redes têm milhões de utilizadores registados, que voluntariamente disponibilizam dados pessoais valiosos para anunciantes, não admira que este seja um terreno disputado.

Na segunda-feira, o MySpace decidiu aliar-se ao Google para fazer frente ao Facebook.

Impõe-se uma explicação, para os mais alheados destes assuntos:

O Facebook tem uma funcionalidade chamada Facebook Connect. O Facebook Connect permite a qualquer site oferecer aos visitantes a possibilidade de usar a conta do Facebook para fazer login e interagir com outros utilizadores.

O conceito é simples: em vez de manter as funcionalidades da rede dentro do próprio site, o Facebook decidiu exportá-las para outros sites que as queiram incorporar.

O Google tem um serviço muito semelhante, lançado praticamente ao mesmo tempo: chama-se Google Friend Connect e permite o registo com contas de vários sites (incluindo o rival Yahoo).

No anúncio do início desta semana, o MySpace declarou que o seu MySpaceID (semelhante aos dois Connect) vai passar a estar associado ao Google Connect. Não surpreende: as duas empresas já eram parceiras numa outra iniciativa relacionada com redes sociais, que tem também o Facebook como alvo.

Além de tudo isto, o Google tem dotado muitos dos seus serviços (como o e-mail ou o leitor de RSS) de funcionalidades de interacção social, algumas das quais típicas das redes sociais. Em vez de construir uma rede social e atrair utilizadores, o Google está, até certo ponto, a percorrer o caminho inverso e a construir uma rede social em torno dos utilizadores que já tem.

Tudo isto parece complexo? É-o de facto. A explicação acima é uma descrição simplificada. E a complexificação, diz a este respeito o veterano David Winner, costuma marcar o fim de um ciclo:

We’re now reaching the end of a cycle, we’re seeing feature wars. That’s what’s going on between Facebook and Google, both perfectly timing the rollouts of their developer proposition to coincide with the others’ — on the very same day! I don’t even have to look at them and I am sure that they’re too complicated. Because I’ve been around this loop so many times. The solution to the problem these guys are supposedly working on won’t come in this generation, it can only come when people start over. They are too mired in the complexities of the past to solve this one. Both companies are getting ready to shrink. It’s the last gasp of this generation of technology.

Esta entrada foi publicada em Web com os tópicos , , , , . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/tecnopolis/2008/12/11/myspace-e-google-contra-o-facebook/" title="Endereço para MySpace e Google contra o Facebook" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>