Para que vão servir os leitores electrónicos?

Na Pública de domingo, termino assim um artigo sobre tinta electrónica, a tecnologia que permite fabricar ecrãs onde a leitura é semelhante à da tinta impressa no papel:

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, acredita que este aparelho [o Kindle] pode mudar a indústria livreira da mesma forma que o iPod, da Apple, mudou o mundo da música. Talvez tenha razão. Tanto o Kindle como a concorrência podem ser usados para ler praticamente todo o tipo de documentos que podem ser lidos num computador: textos da Web, jornais e revistas, documentos pessoais. Mas, nota o vice-presidente da iRex [empresa que fabrica e comercializa o leitor iLiad], é sobretudo para ler livros que as pessoas estão interessadas nesta tecnologia.

KindleOntem, numa troca de ideias com a Isabel Coutinho – que tem opinião muito informada sobre o tema -, defendi que o sucesso comercial dos leitores electrónicos está dependente da adesão que conseguirem para a tarefa de leituras longas (ou seja, de livros e documentos). A Isabel acha que a componente de trabalho (a possibilidade de tirar notas ou editar documentos, na linha de um tablet pc) é um factor importante.

O meu argumento é que o (cada vez mais frequente) trabalho nómada passará, muito mais do que por leitores equipados com ecrãs de tinta electrónica, pelos computadores ultra-portáteis para executivos e pela nova vaga de netbooks (como o Asus Eee), que foram desenhados para acesso à Internet e utilização de aplicações de produtividade, como processadores de texto.

Asus EeeOs netbooks são computadores pessoais – o que significa que são uma ferramenta com a qual o utilizador já está habituado a trabalhar, na qual pode usar as aplicações a que está acostumado e até um sistema operativo familiar. As vantagens de um ecrã de tinta electrónica (essencialmente, o menor cansaço dos olhos e a facilidade de leitura em condições de muita luminosidade) não compensam o grande atraso que estes aparelhos têm enquanto ferramentas de trabalho.

A propósito (dica da Isabel), vale a pena ver este projecto de uma empresa inglesa.

Esta entrada foi publicada em Futuro, Hardware com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/tecnopolis/2008/09/30/para-que-vao-servir-os-leitores-electronicos/" title="Endereço para Para que vão servir os leitores electrónicos?" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>