Depois de Jobs

Analisar o último evento da Apple permite perceber, pelo menos, duas coisas: a empresa tem sérias dificuldades em renovar no produto iPod/iTunes; e o carismático presidente Steve Jobs já teve melhores dias.

A primeira conclusão é evidente. Em primeiro lugar, o único modelo da linha iPod verdadeiramente renovado foi o Nano – que voltou a um formato mais próximo de versões anteriores. As novas funcionalidades, como agitar o aparelho para mudar de música, são pormenores de utilidade dúbia. Em segundo, a maior novidade do iTunes – um sistema de recomendação de música – está longe de ser inovadora e já existe em imensos sites de música ou na Amazon, por exemplo.

Seria interessante perceber se as dificuldades de inovação acontecem apesar de Jobs ou por causa dele – afinal, já lá vão 12 anos desde que voltou à empresa, renovou a linha Mac, e revolucionou o panorama da música digital – há um limite para a capacidade de inovação.

A segunda conclusão, a de que Jobs não está no seu auge, é mais questionável. Com produtos pouco entusiasmantes para mostrar, é normal que Jobs não tenha conseguido brilhar como noutras ocasiões Mas o aspecto físico do presidente da Apple e a falta de energia em palco conjugam-se com os muitos rumores de problemas de saúde para formar um cenário em que o afastamento de Jobs pode estar próximo.

A Forbes faz o exercício de apontar possíveis sucessores. Mas não é mais do que uma pequena lista de nomes, com critérios pouco apertados.

Encontrar alguém para suceder a Jobs – quer isso tenha que acontecer no próximo mês ou daqui a cinco anos – não é tarefa fácil. Por outro lado, a inércia dos negócios da Apple dão-lhe provavelmente margem de manobra para não necessitar de outro génio visionário, como muitos não hesitam em classificar Jobs. Será apenas preciso um bom gestor.

Esta entrada foi publicada em Negócios com os tópicos , . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/tecnopolis/2008/09/15/depois-de-jobs/" title="Endereço para Depois de Jobs" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>