Microsoft continua interessada no Yahoo

Mais um capítulo de uma novela que se arrasta desde Fevereiro: depois de ter dito que pretendia avançar e esquecer o Yahoo, o presidente da Microsoft, Steve Ballmer, continua afinal interessado no negócio (ou, pelo menos, num negócio de largas proporções). Condição essencial, contudo, é que o conselho de administração do Yahoo mude.

O investidor milionário Carl Icahn, que já tinha anunciado a intenção de substituir os actuais administradores da empresa, teve conversas com Ballmer e parece apostado em afastar Jerry Yang do cargo de CEO, abrindo assim caminho a negociações com a Microsoft. O mercado reagiu bem à notícia.

Numa carta aberta aos accionistas, Icahn toca em todos os pontos quentes: o Yahoo perde terreno face ao Google, Yang tem pouca experiência e a oferta inicial da Microsoft teria sido uma boa saída para o Yahoo.

Entretanto, o Yahoo parece continuar interessado numa fusão com a AOL, divisão da Time-Warner. É, no entanto, difícil perceber como é que dois gigantes da década de 90, com dificuldades de adaptação à nova Web, são capazes de se salvar um ao outro.

Os accionistas do Yahoo vão escolher em Agosto o novo conselho de administração.

Esta entrada foi publicada em Negócios, Web com os tópicos , , , . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/tecnopolis/2008/07/07/microsoft-continua-interessada-no-yahoo/" title="Endereço para Microsoft continua interessada no Yahoo" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>