O futuro do Skype

O Skype acredita que o futuro passa pelo vídeo e quer que a próxima versão do popular software para fazer chamadas telefónicas a partir do computador torne as vídeo-chamadas mais comuns. A funcionalidade não é uma novidade no Skype – o objectivo é apenas tornar o seu uso mais frequente.

O número de utilizadores do Skype tem crescido e o negócio da empresa é sustentável – mas está longe daquilo que o eBay esperava que fosse quando o comprou.

O problema – ou um dos problemas, pelo menos – parece ser o facto de o Skype querer levar o telemóvel para o computador, quando quase toda a gente (Google e Yahoo incluídos) estão a tentar fazer precisamente o contrário.

Esta entrada foi publicada em Software com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/tecnopolis/2008/06/18/o-futuro-do-skype/" title="Endereço para O futuro do Skype" rel="bookmark">endereço permamente.

8 comentários a O futuro do Skype

  1. “O problema – ou um dos problemas, pelo menos – parece ser o facto de o Skype querer levar o telemóvel para o computador, quando quase toda a gente (Google e Yahoo incluídos) estão a tentar fazer precisamente o contrário.”

    Mas não é possivel utilizar o skype no telémovel?

    Responder
  2. É possível usar o Skype apenas em alguns dispositivos portáteis (como a PlayStation Portable) e em “telemóveis” apropriados para o efeito.

    Informação aqui.

    Há quem tente levar o Skype para o telemóvel. Mas o conceito do Sype é, essencialmente, fazer chamadas a partir de um computador. A questão é que os telemóveis são muito mais numerosos, estão presentes em muitos países em desenvolvimento (contrariamente aos computadores) e não falta quem os encare como o computador pessoal do futuro.

    Responder
  3. Mas a questão não será mesmo essa “e não falta quem os encare como o computador pessoal do futuro.”… quer me parecer que o telémovel tende cada vez mais para um computador -mais pequeno é certo, mas com capacidades semelhantes.

    Se formos a ver bem, o Skype já existe para Windows mobile, está a desenvolver para Symbian e aparentemente tem o seu próprio modelo de telémovel – three skypephone. Poderá não achar suficiente, mas mim parece-me uma aposta clara nesta área, ainda mais tendo em conta a cada vez maior massificação de smart phones no nossa sociedade, deixando de ser um dispositivo apenas vocacionado para o segmento empresarial.

    Cumprimentos,
    P.M.

    Responder
  4. João Pedro, é bom voltar a ler-te neste formato. Posso pedir/sugerir subscrição por mail (Feedburner ou outro)?
    O video Skype funciona muito bem, fiz há pouco tempo uma entrevista transatlântica que correu 5 estrelas.
    Eu acho que ambos os caminhos são válidos (computador para o móvel, chamadas audio e video para o computador).
    Agora: o Skype não é o único operador em termos de video-conferência e aplicações video, é uma zona de grande concorrência onde o mais provável é não virmos a assistir ao tradicional formato do winner takes all, como sucedeu na maior parte das zonas (nichos, mercados) da web.

    Responder

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>