Os computadores ainda não entendem línguas

A compreensão das línguas humanas é tida como parte do futuro dos computadores. Mas o certo é que estes estão ainda longe de captar as nuances da semântica e da gramática.

Um bem-humorado exemplo é o Lost in Translation.

Este site usa tecnologia da reputada Systran para traduzir uma frase do inglês para outra língua e de novo para inglês. De seguida, usa o resultado para uma nova tradução, para uma língua diferente. O ciclo repete-se em cinco línguas – e os resultados mostram bem a fragilidade do sistema.

A simples frase “To be, or not to be” acaba o ciclo de traduções como “relative relative or nao”. Vale a pena experimentar e ver os estádios intermédios da tradução.

Esta entrada foi publicada em Futuro com os tópicos , , . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/tecnopolis/2008/05/16/os-computadores-ainda-nao-entendem-linguas/" title="Endereço para Os computadores ainda não entendem línguas" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>