Né Barros e a identidade do movimento

  Há já muito tempo que a coreógrafa Né Barros (Porto, n. 1963) vem perseguindo um modo de pensar, e mostrar, a vida interna de um movimento. Como nasce e como morre mas, sobretudo, como passa de um estado a outro. Ou seja, como deixa de ser uma ideia, se transforma numa imagem e volta […]