Sophie Calle

Sophie Calle lê, todos os días, entre as 11h e as 18h, os diários deixados pela mãe, Monique, na Igreja dos Celestinos. A exposição, intitulado Rachel, Monique, é uma homenagem à mãe que morreu em 2006 e que nunca tinha sido objecto de trabalho da artista. Comovente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>