Filipe Estevão, Algarve

Eu não sou a pessoa mais ecológica do mundo, no entanto tento ter comportamentos acertados. Penso que é vital começarmos a ir mais à praça comprar a nossa comida, do que aos hipermercados. De que nos vale irmos a pé até ao supermercado, se depois compramos fruta de outros países, que esteve em arcas congeladoras durante semanas?

É claro que não passo roupa a ferro, acho um desperdício de tempo e de energia.

Quando vou à praça, levo sacos para fruta e legumes e também uns tupperwares para o peixe e carne. Posso parecer um maluquinho, mas prefiro assim a, por causa de uns bifes, estar a gastar sem reutilizar sacos de plástico que vão estar por aqui durante séculos.

Água é da torneira. Para quem seja mais esquisito, também existem jarros co um sistema de filtração para água da torneira.

A nível de electrodomésticos, tento o mais possível reparar antes de comprar novo. Não troco de telemóvel a cada seis meses, tenho um de 15 euros há quatro anos que tem um som incrível e uma bateria que dura mais de três dias!

E, mais importante de tudo, tento todos os dias passar a mensagem ao maior número possível de pessoas, para que, no seio desta sociedade, comece a imperar como senso comum que é necessário mudarmos os nossos hábitos consumistas e pensar no futuro dos nossos filhos.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>