O próximo passo do Instagram chama-se #p3top

Luís Octávio Costa, subeditor do P3

Drive By Shots – fotografias à queima-roupa. No dia 22 de Outubro do ano passado publicámos os vícios do músico Paulo Furtado na forma de fotografias. Foi a estreia no Instagram do P3, site que passou a ser o primeiro em Portugal a investir numa aplicação que era um autêntico extraterrestre.

Nos últimos seis meses, convidámos 23 instagramers portugueses e não só, entre jornalistas, escritores, designers e outros anónimos que cederam a este projecto dez fotografias quadradas e contaram um pouco do seu convívio com o “Insta”. Já lá vão 230 fotos, verdadeiras páginas de diários íntimos.

O mundo do Instagram já não é o que era. O iPhone deixou de ser o seu parente rico — e nós deixámos de receber críticas de utilizadores do P3 com Android — e um senhor chamado Mark Zuckerberg passou um cheque de mil milhões de dólares para ficar com uma aplicação adulta e cuja educação não custou um centavo ao Facebook.

Robert Hof colocava há dias na Forbes duas questões pertinentes. 1 – “Imaginem o tipo de problema que o Facebook teria de enfrentar se o Google ou até o Twitter tivessem visto o Instagram primeiro”. 2 – “Não há dúvidas de que os rapazes do Yahoo devem dar voltas à cabeça a pensar que o Flickr podia ter sido o Instagram”.

Porque é que todos o querem adoptar? Basta usar para perceber.

O P3 — que rapidamente tornou independente a secção Instagram nas suas galerias — está viciado. E a partir de hoje vamos abrir ainda mais as portas do site aos instagramers que seguem a nossa conta (@publicop3). Porque um convidado por semana não chega. Porque há demasiado talento concentrado numa simples app.

Queremos que cada instagramer coloque nas suas fotografias favoritas o hashtag #p3top. Através dele escolheremos semanalmente as três melhores fotografias, que destacaremos na nossa conta e também na nossa página de Facebook, a caminhar rapidamente para os 30 mil amigos.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>