O jornal que melhor trabalha a relação com o leitor

Simone Duarte, directora executiva Online

Em 2011 sentimos que tinha chegado a hora de o publico.pt mudar. Começámos a interrogar-nos como é que o site do PÚBLICO poderia oferecer uma experiência mais gratificante e completa ao leitor, como poderíamos relacionar-nos melhor convosco.

Pedimos aos jornalistas do PÚBLICO que identificassem os principais problemas e fizessem sugestões. Começámos a fazer sessões de brainstorming não só com jornalistas mas com profissionais das diversas áreas do PÚBLICO. Também visitámos e conversámos com jornalistas de alguns dos maiores jornais de referência do mundo como o Guardian e o The New York Times, e foi curioso perceber que os problemas eram muito parecidos independentemente de estarmos em Londres, Nova Iorque, Lisboa, Porto ou Rio de Janeiro.

Desde Novembro, enquanto nos preparávamos para lançar o novo jornal em papel, começámos um trabalho paralelo em busca de soluções para melhorar o publico.pt.  Criámos uma espécie de “QG” ou para alguns  “a cave” – uma sala no piso térreo do prédio onde está localizado o PÚBLICO em Lisboa – onde escrevemos nas paredes as ideias que vão surgindo, onde ouvimos todos:  jornalistas, informáticos, designers, publicitários e  leitores.  Convidámos dois jovens empreendedores da web em Portugal, Leonardo Xavier e André Ribeirinho, para participarem no grupo de trabalho.

Lançaremos o novo site em Setembro. No PÚBLICO Lab, a partir de agora, o leitor pode não só acompanhar um pouco esta trajectória mas também participar. É aqui que faremos perguntas, pediremos o seu feedback sobre as mudanças que queremos implementar, sugestões. Que o PÚBLICO Lab seja o início de uma relação ainda mais estreita com os leitores – sabendo que ouvir sempre exige um exercício de humildade de ambos os lados. Daqui a alguns meses, será um novo começo mas o objectivo é o mesmo: afirmarmo-nos como o jornal que melhor trabalha a relação consigo.

10 comentários a O jornal que melhor trabalha a relação com o leitor

  1. “O jornal que melhor trabalha a relação com o leitor”

    Não acho que o título reflita a realidade. Escrevi ao “provedor do leitor” uma vez a queixar-me do funcionamento do vosso site – um dos problemas ainda continua a verificar-se – e nunca obtive resposta. Foi também a primeira e única vez que escrevi.
    Enfim…

    Responder
    • Olá Rui,

      O provedor costuma enviar-nos todas as queixas. Mas pode ter acontecido uma falha. Por favor diga-nos qual é o problema que vamos verificar. Como reafirmo na última frase do texto, queremos afirmarmo-nos como o jornal que melhor trabalha a relação com o leitor. Isso não quer dizer que falhas não aconteçam mas é esse o nosso objectivo. Continue a escrever. Só assim poderemos melhorar e corrigir os erros.

      Responder
      • olá Hugo,

        no computador de trabalho já consegui ver o vídeo. como não tenho flash instalado no computador pessoal, e uso firefox, não consegui ver.

        de qualquer maneira — e ficou por dizer ontem — publicarem aqui as vossas ideias, métodos de trabalho e resolução de problemas parece-me uma grande ideia. fico à espera dos próximos posts.

        Responder
    • … cada um toma a que quer. :)
      Simone podes tomar a água benta que quiseres porque onde te metes é sempre para fazer a diferença com muito trabalho e irreverência. Isso dá-te alguma legitimidade para seres presunçosa. Ficamos à espera do novo site.

      Responder
  2. Pingback: Sobre o novo site, que chega em Setembro. Vídeo incluído.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>