Contra a corrente

(6 de Maio de 2012) Lendo e ouvindo o que se disse nos últimos dias sobre a megapromoção do Pingo Doce, fica claro que há muita gente em Portugal que nunca conseguirá compreender os sentimentos de humilhação, vergonha e revolta que o espectáculo de lojas transformadas no 1º de Maio em ringues e arenas provocou […]