Patrick Modiano e os jornais

P23 Modiano Nobel

Patrick Modiano é um daqueles escritores para quem os jornais são importantes. É que, por vezes, a leitura de uma notícia anódina pode ser suficiente para ligar a ignição do engenho ficcional. Dora Bruder (Porto: Edições Asa, 1998), por exemplo, nasceu da leitura de uma notícia, publicada no Paris-Soir no dia 31 de Dezembro de 1941, sobre o desaparecimento de uma rapariga de 15 anos, chamada Dora Bruder.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>