Como proteger a vida privada

P23 lacroix130806P23 Libé 130805

A privacidade na Internet (ou a sua impossibilidade) tem estado na primeira página de muitos jornais, particularmente nos franceses. Ontem, além da manchete, o Libération dedicou quatro páginas ao tema (o destaque não pode ser lido online gratuitamente). Hoje, o La Croix também aborda a questão. Além de notícias e de reflexões (que podem ser lidas aqui), foram oferecidos alguns conselhos muito elementares, como os que se seguem:

Redes sociais – Nas redes sociais, somos instados a desvendar o máximo. Os mais sábios são, no entanto, os que dizem o menos possível e que accionam todos os parâmetros de confidencialidade.

E-mails – Há pessoas mal intencionadas que usurpam a identidade de um banco, de uma companhia de seguros ou da segurança social e pedem o envio, por e-mail, de informações confidenciais (número da conta bancária ou do cartão de crédito, etc.). O pedido destas informações obedece geralmente a motivos fraudulentos. Não se devem, por isso, transmitir dados confidenciais.

Smartphones – Antes de descarregar uma aplicação, é preciso ter a certeza de que é digna de confiança. Também é conveniente ir às definições desactivar a geolocalização (GPS).

Família e amigos – É preciso, por vezes, proteger os dados mesmo em relação a pessoas que nos são próximas. No computador, deve, pelo menos, ser aberta uma sessão para cada membro da família.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>