Um dia especial para reclamar a liberdade de expressão em todos os media

P23 safe to blog
Falar sem medo: assegurando a liberdade de expressão em todos os media”, é o tema do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa que hoje se celebra. A efeméride é aproveitada pelo secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, e pela directora-geral da UNESCO, Irina Bokova, para reclamar mais acção internacional para proteger a segurança dos jornalistas em todos os países e para travar a impunidade de quem os persegue. A exigência é inteiramente justificada porque nos últimos dez anos foram mortos mais de 600 jornalistas, muitos durante a cobertura de situações não conflituosas, e porque nove em cada dez casos de assassinato de jornalistas não foram punidos.
Proclamado oficialmente, há vinte anos, pela Assembleia Geral das Nações Unidas, o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa é apresentado como uma oportunidade para celebrar os princípios fundamentais da liberdade de imprensa; avaliar a liberdade de imprensa; defender os meios de comunicação dos atentados contra a sua independência e prestar homenagem aos jornalistas que perderam a vida cumprindo o seu dever.
A UNESCO lembra também que a liberdade de expressão se aplica a todos os meios de comunicação, blogues, Facebook, Twitter e Youtube. Na página dedicada ao Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura nota que muitos desconhecem ainda que têm direito a ter um blogue, a partilhar fotografias, a ver um vídeo na Internet – em suma, a utilizar os media sociais – com toda liberdade e com toda a segurança e apresenta uma ideia simples para ajudar a criar uma consciência para proteger um “direito humano de vital importância”.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>