Direção-Geral da Educação apresentou as linhas orientadoras da Educação para a Cidadania

As linhas orientadoras da Educação para a Cidadania foram estabelecidas pela Direção-Geral da Educação do Ministério da Educação e Ciência. A Educação para os Media é uma das áreas a privilegiar, devendo o trabalho a desenvolver neste domínio contribuir para “incentivar os alunos a utilizar e decifrar os meios de comunicação, nomeadamente o acesso e utilização das tecnologias de informação e comunicação, visando a adoção de comportamentos e atitudes adequados a uma utilização crítica e segura da Internet e das redes sociais”.
Quanto à Educação para a Cidadania, ela deverá “contribuir para a formação de pessoas responsáveis, autónomas, solidárias, que conhecem e exercem os seus direitos e deveres em diálogo e no respeito pelos outros, com espírito democrático, pluralista, crítico e criativo”.
Nas Linhas Orientadoras da Educação para a Cidadania, a Direção-Geral da Educação explica que “a prática da cidadania constitui um processo participado, individual e coletivo, que apela à reflexão e à ação sobre os problemas sentidos por cada um e pela sociedade. O exercício da cidadania implica, por parte de cada indivíduo e daqueles com quem interage, uma tomada de consciência, cuja evolução acompanha as dinâmicas de intervenção e transformação social. A cidadania traduz-se numa atitude e num comportamento, num modo de estar em sociedade que tem como referência os direitos humanos, nomeadamente os valores da igualdade, da democracia e da justiça social”.
Afirma ainda a Direção-Geral da Educação que “a escola constitui um importante contexto para a aprendizagem e o exercício da cidadania e nela se refletem preocupações transversais à sociedade, que envolvem diferentes dimensões da educação para a cidadania, tais como: educação para os direitos humanos; educação ambiental / desenvolvimento sustentável; educação rodoviária; educação financeira; educação do consumidor; educação para o empreendedorismo; educação para a igualdade de género; educação intercultural; educação para o desenvolvimento; educação para a defesa e a segurança/educação para a paz; voluntariado; educação para os media; dimensão europeia da educação; educação para a saúde e a sexualidade”.
Como, em variadas ocasiões, temos referido, é possível encontrar no jornal escolar um espaço apropriado e eficaz para o tratamento aprofundado destas dimensões da educação para a cidadania.

[As linhas orientadoras da Educação para a Cidadania podem ser lidas na íntegra clicando aqui].

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>