Os melhores do vídeo escolar português

Foto: José Carlos Marques

A lista de estudantes do ensino secundário distinguidos na 6.ª edição do Concurso de Vídeo Escolar 8 e Meio inclui, como não é arriscado prever, nomes que serão relevantes no cinema português do futuro. Vale, por isso, a pena apresentá-la, desde logo, para posterior verificação do acerto do vaticínio: Daniel Figueiredo, da Escola Artística de Soares dos Reis, Porto, com “Praceta”; Bárbara Vilaverde, Felícia Amorim, Maria Luísa Morant, Mélanie Fernandes, Patrícia Barros, Sara Teixeira, Vanessa Barreto, Vânia Brito e Vitor Sá, da Escola Secundária de Arcos de Valdevez, com “A caçada”; Sofia Neves, da Escola Secundária Eça de Queirós, Póvoa de Varzim, com “Três em dois e meio”; Emanuel Malveiro, da Escola Artística de Soares dos Reis, com “Folie a deux”, receberam, respectivamente, o 1.º Prémio Aniki-Bóbó, categoria geral; o 1.º Prémio Aniki-Bóbó, categoria animação; o Prémio Escola Secundária Eça de Queirós e o Prémio do público. Sofia Santos, da Escola Artística de Soares dos Reis, com “Ermo”; e José Marques, da Escola Secundária José Régio, Vila do Conde, com “Se o arrependimento matasse”, receberam os 2.º Prémio Aniki-Bóbó, nas categorias geral e animação. A Ana Dias e Sara Baptista, Escola Secundária Sá de Miranda, Braga, com “Bianca”; Joel Anjos, da Escola Secundária Jácome Ratton, Tomar, com “Sol-posto ao luar”; e Sofia Neves, Escola Secundária Eça de Queirós, com “Três em dois e meio”, foram atribuídas menções honrosas.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>