007: licença para publicitar produtos

Foto: Chris Helgren/Reuters (o Aston Martin usado por 007)

A publicidade na televisão ou no cinema, para ser mais eficaz, pode recorrer a um procedimento, designado por product placement, que consiste, como o nome indica, em colocar determinados produtos em programas ou em filmes, num contexto evidentemente sedutor, de modo a serem vistos – e desejados – pelos espectadores. O exemplo mais óbvio de product placement encontra-se em 007. “007: licensed to place product”, ironizava, há tempos o jornal The Guardian. Um terço do custo de Skyfall, que hoje estreou nas salas de cinema portuguesas, foi financiado através do product placement, segundo se pode ler na imprensa britânica. A rentabilização de 007 ocorre ainda através do aproveitamento da noto­riedade dos actores da série, sobretudo Daniel Craig, que desem­penha o papel de James Bond, que, em anún­cios pub­lic­itários autónomos, propagandeia mar­cas de bebidas ou de reló­gios, por exem­plo.
Também muitas séries juve­nis, como Moran­gos com Açú­car, por exemplo, são veícu­los priv­i­le­gia­dos para sus­ci­tar nos mais novos a von­tade de adquirir cer­tos pro­du­tos ou adop­tar deter­mi­na­dos com­por­ta­men­tos.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>