Facebook is watching you


É errado – e, não raras vezes, prejudicial – acreditar que há privacidade na Internet. Nem tudo pode ser visto por todos, claro, mas muito do que se pretende reservado pode, afinal, estar ao alcance de olhares indesejáveis. No artigo “Facebook is watching you, épisode 2”, hoje publicado no Le Nouvel Observateur, noticia-se que a rede social examina todas as conversas privadas para analisar os links de sites que através delas são partilhados.
Conta o jornalista Boris Manenti que o Facebook reconheceu que espiava todas as conversas privadas da sua rede social à procura de links de sites partilhados e de eventuais “actividades criminais”, o que, lembra o Le Nouvel Observateur, coloca várias questões quanto ao respeito pela privacidade e pelo direito. Manenti cita o site The Next Web que refere ter constatado, depois de realizar um teste, que, por cada link enviado através de uma mensagem privada, aumenta o número de likes, o que é aproveitado por alguns espertos para inflacionar as estatísticas do “gosto”.
“Não há ‘vida privada’ no Facebook. Numa ‘rede social’, leva-se uma ‘vida social’, ou seja, uma ‘vida pública’. Por isso, quando alguém se exprime publicamente, precisa de estar atento ao que diz e ser capaz de o assumir”, previne Jean-Marc Manach, jornalista e autor de La vie privée, un problème de vieux cons? (Limoges: Fyp Éditions, 2010), que o artigo cita.
Mais radical, Jérémie Zimmermann, porta-voz de Quadrature du Net, considera que “esta ‘scannerização’ das mensagens privadas não tem nada de surpreendente”. É que, diz, “o Facebook baseia o seu modelo económico na monetarização das informações pessoais e das conversas dos seus utilizadores. Não há qualquer razão para confiar na rede para proteger a correspondência privada”. Sublinhando que “o Facebook faz dinheiro com a vida privada dos internautas”, Jérémie Zimmermann garante que há um bom remédio para evitar a devassa da vida privada: fechar a conta no Facebook.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>