Sabores do Médio Oriente na Cozinha da Mouraria e no Mercado de Santa Clara

São dois projectos distintos mas muito próximos no seu objectivo principal: ajudar os refugiados vindos da Síria e de outros países do Médio Oriente a integrar-se em Portugal, dando aos que mais gostam de cozinhar uma oportunidade de mostrar o que se come nos respectivos países. Make Food Not War são almoços na Cozinha Popular da Mouraria, em Lisboa, o próximo já com data marcada: 3 de Dezembro. E, no Mercado de Santa Clara, também em Lisboa, o projecto Pão a Pão, com mulheres sírias refugiadas em Portugal, vai fazer uma série de jantares entre 1 e 22 de Dezembro.

IMG_0496 (1)

Em ambos os casos as receitas geradas serão para ajudar os refugiados e as suas famílias. Os almoços na Cozinha Popular da Mouraria – o projecto é uma parceria com a associação Crescer na Maior – custam 15 euros e a ementa, feita por refugiados (neste caso todos homens) vindos da Síria, Iraque, Palestina e Eritreia, inclui os indispensáveis pão árabe e hummus, além de salada com vegetais e pão frito, kofta (carne picada, feita com batatas no forno), biryani de galinha, além da sobremesa (a que se vê na foto mesmo no final do texto). A ideia é que passem a acontecer duas vezes por mês, sempre aos sábados.

IMG_0495

Quanto ao Pão a Pão, apresenta-se como um “espaço de encontro multicultural para a integração dos refugiados do Médio Oriente que inclui uma cozinha comunitária para a produção e venda de pão e dos pratos que geralmente o acompanham. Será mais do que uma padaria e mais do que um restaurante. Haverá também workshops – gastronomia, dança. música, escrita… – aproximando também a população local à cultura do Médio Oriente”. Para já ainda à espera de um espaço para se instalar, o Pão a Pão decidiu iniciar a sua actividade com esta série de jantares que custam 20 euros por pessoa. Marcações em: associacao.paoapao@gmail.com (só para grupos com mais de 20 pessoas)

IMG_0500

Ainda nos primeiros passos da aprendizagem do português, para muitos dos refugiados que chegaram a Portugal nos últimos tempos a cozinha é a melhor forma de expressão e a melhor ponte para o início de um diálogo com o país que os recebe. No almoço experimental na Cozinha da Mouraria, os cozinheiros, homens com idades entre os 22 e os 59 anos, estavam felizes ao ver como as pessoas elogiavam a comida e, apesar de muitas vezes a conversa acontecer num inglês meio coxo, não restaram dúvidas sobre o sucesso da refeição.

IMG_0516 (1)

No caso do Pão a Pão, foi já há alguns meses que estivemos num jantar de apresentação do projecto feito por algumas das mulheres sírias e, entre hummus, sopa de lentilhas, saladas variadas, frango, beringelas recheadas e diferentes receitas de arroz, o difícil era escolher. A avaliar pela amostra, serão mesmo jantares a não perder.

IMG_2323

 

Esta entrada foi publicada em evento, Médio Oriente com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/olhos-barriga/2016/11/21/sabores-do-medio-oriente-na-cozinha-da-mouraria-e-no-mercado-de-santa-clara/" title="Endereço para Sabores do Médio Oriente na Cozinha da Mouraria e no Mercado de Santa Clara" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>