Um Hot Pot à moda de Sichuan no The Old House

Estava prometido há já algum tempo e agora finalmente chegou: já está disponível, para quem quiser experimentar, o hot pot do The Old House, o restaurante chinês especializado em cozinha da região de Sichuan que existe em Lisboa, no Parque das Nações. Apenas um aviso prévio, muito importante: é preciso marcar com um dia de antecedência porque é um prato que exige tempo de preparação.

photo(2)

Basicamente, trata-se de uma série de ingredientes que vão das carnes aos legumes mais variados e que são cozinhados num recipiente com um caldo aromático a ferver. São os próprios clientes que vão escolhendo o que querem comer e vão colocando no caldo, tendo atenção porque, por exemplo, as finas fatias de carne (vaca e borrego), cozinham muito depressa, enquanto os pedaços de flor de lótus precisam de bastante mais tempo.

photo

Na foto: O molho picante The Old House, um dos cinco à escolha

Mas antes de chegar à mesa já o hot pot teve muitas horas de lume para dar sabor ao caldo. No caso do que provámos, o sabor era dado por vários legumes e, essencialmente, por carne de borrego e milho. No The Old House existe outra alternativa, que é caldo aromatizado de galinha com molho de castanha.

photo (2)

Na foto: Opções de legumes e cogumelos

Este é um prato que se encontra por toda a China – ou melhor, por praticamente toda a Ásia. Mas em cada região tem características próprias. E anda mais no caso de Sichuan, conhecida pelos seus sabores fortes, pelo picante dado pelas malaguetas e pela sensação de leve entorpecimento da boca dada pela pimenta de Sichuan – daí que seja chamado má là huǒ guō, sendo que huǒ guō quer dizer hot pot e má là refere-se a essa dupla sensação de picante e dormência. Atenção, portanto, aos molhos que acompanham o hot pot e que garantem grande parte do seu sabor.

photo(1)

Na foto: Nozinhos de tofu

Há cinco molhos diferentes dos quais cada pessoa pode escolher três (vêm depois para a mesa em doses individuais): o molho picante The Old House; o de tofu; o de alho; o de ostra e o de sésamo com amendoins. Eu aconselho os três primeiros desta lista, mas tudo depende do gosto de cada um. De qualquer forma, diria que o molho picante é indispensável.

O hot pot – que é uma experiência muito divertida quando se vai em grupo – dá para quatro pessoas (mas chega bem para cinco) e custa 120 euros. Cada pessoa extra, para lá das cinco, paga mais 30 euros.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>