O que faz falta

Porque é que conhecemos tão mal a história da nossa cozinha? Porque é que há tantos livros de receitas e tão poucos livros de investigação? (imagem do filme A Festa de Babette) Porque é que não há mais incentivos, por exemplo nas escolas, para que se trabalhe de forma séria e profunda a história da […]

Na Casa de Pasto do Cais do Sodré

Um dos espaços pode parecer uma recatada sala de chá onde uma dama da sociedade lisboeta do século XIX recebe os seus admiradores. Outra faz lembrar um dos primeiros restaurantes que tentaram introduzir alguma compostura nas refeições no Velho Oeste americano – do género “proibido entrar armado”. À entrada há uma antiga impressora, a pedal […]

Olhar para a Malásia

Já falei aqui uma vez, a propósito do Peru e da Coreia do Sul, das estratégias planeadas de alguns países para se tornarem referências gastronómicas mundiais. Mas agora voltei a tropeçar no assunto ao ler o mais recente número da revista Monocle, que faz o balanço do poderio dos países em termos de soft power. […]

Il Mercato, um italiano na Penha Longa

Por falar em boas experiências (estou a referir-me ao post que fiz sobre um almoço no Aviz), fui recentemente a um outro espaço que não conhecia: Il Mercato, um dos três restaurantes da Penha Longa (onde já tinha gostado muito do japonês Midori). Este é italiano, como se percebe pelo nome, mas o chefe é […]

Sopa de tupinambo amanhã para o almoço?

Amanhã, terça-feira, dia 10, a partir das 12h30, vai servir-se uma sopa de tupinambo – ou topinambur, ou bataratas, ou alcachofra de Jerusalém, como se preferir chamar-lhe – no Centro de Artes Culinárias do Mercado de Santa Clara. Como é dia de Feira da Ladra, quem andar por ali pode dar um salto ao centro […]

Criatividade num jantar na Escola de Hotelaria de Lisboa

A Escola decidiu arriscar – e fez bem. Estávamos convidados para um jantar em torno dos vinhos da Bairrada, mas sobre o que iríamos comer não sabíamos nada. Foto 1: O bacalhau Foi só quando chegámos que a directora da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, Lídia Serras, revelou que o jantar tinha sido […]

Cláudio Pontes, uma boa surpresa no clássico Aviz

Foi uma daquelas surpresas boas. Nunca tinha entrado no restaurante Aviz. Conhecia a história, claro, do famoso Aviz Hotel, inaugurado em 1933, e que na altura era o único hotel de luxo de Lisboa. Foto 1: Do menu de Natal do Aviz, Galinha gorda poedeira num caldo dourado com ovinho a babar (só o nome […]