Pecha Kucha Loves Food

Tenho imensa pena de não poder lá estar (vou estar uns dias fora), porque gostava mesmo de assistir a esta Pecha Kucha Loves Food. É mais uma noite Pecha Kucha – domingo, a partir das 18h, no Mercado de Santa Clara, em Lisboa – e desta vez o tema é a comida.

Vão por lá passar a fotógrafa Adriana Freire para falar do seu projecto de uma cozinha comunitária na Mouraria, o projecto Fabrico Próprio que se tem ocupado do design da pastelaria semi-industrial portuguesa, que é como quem diz, os bolos que vemos aí pelas pastelarias com formas e nomes que merecem que paremos e olhemos para eles com mais anteção.

Participam ainda o Bolos Quentes (design gráfico), o próprio Centro de Artes Culinárias que funciona no Mercado, o Cooking Lab – Cozinha molecular, o Luís Amaral que vai falar de permacultura, o Miguel Pires, do blogue Mesa Marcada, que há-de falar sobre o que é isso de ser um food writer e do seu Guia Lisboa à Mesa, e também o projecto Moov+Benedetta Maxia , o Nuno Correia que falará de fotografia e make up de comida, e por fim o movimento Slow Food Portugal.

Para quem não sabe, as noites Pecha Kucha funcionam (em várias cidades do mundo) como uma oportunidade para, num ambiente informal, pessoas apresentarem os seus projectos/ideias numa determinada área. Pecha Kucha significa em japonês “o som da conversa”. E desta vez a conversa (que nunca é chata porque aqui não é permitido fazer longas conferências indiferentes aos bocejos da audiência), há imagens a acompanhar as apresentações e… é sobre comida. Tenho mesmo pena de não ir.

Um comentário a Pecha Kucha Loves Food

Responder a Paulina Mata Cancelar resposta

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>