Comer figos no Algarve

Andei pelo Algarve nos últimos dias e conheci a Rosa e o Manu (vou falar deles num trabalho sobre agricultura que sai na Pública do próximo domingo). O Manu é francês e pasteleiro, a Rosa é algarvia e pegou na Quinta da Fornalha, que foi dos avós e onde o pai, durante muito tempo, fez agricultura biológica, quando praticamente ninguém a fazia. Eles continuam a fazer agricultura biológica, mas, apesar dos burros andarem a passear por ali, tiveram que abdicar de ter animais para produção de leite ou queijo, como o pai de Rosa teve. Concentraram-se noutras coisas – têm uma salina, de onde extraem flor de sal, e têm muitas figueiras. Por isso, se passarem pela Quinta da Fornalha, na reserva natural do Sapal de Castro Marim, podem sempre ficar lá instalados, ou então ir visitar a Rosa e o Manu e comprar um doce de figo. Provem também os bombons de figo e chocolate feitos pelo Manu – muito bons.

O figo da Quinta da Fornalha é Lampo preto e branco, uma variedade que tinha sido praticamente abandonada por ter uma pele muito fina e não ser indicada para exportação, mas, explicam eles, é essa pele fina que permite comer o figo fresco inteiro, sem descascar. Há também oliveiras e alfarrobeiras. E, se quiserem trabalhar no campo, eles aceitam voluntários, como os wwoofs que ali trabalham temporariamente em troca de comida e acesso a água e electricidade.

3 comentários a Comer figos no Algarve

  1. aqui no Brasil é dificil encontrar figo e em especial do Algarve -aquele figo seco do tempo em que era vendido em embalagens me parece de uma fibra vegetal, cujo nome apropriado já não me recordo mais. meu pai costumava comprar esse pacote de figo que ha sessesnta anos eu adorava, pela sua qualidade de sabor imcomparável ao que se importa no Brasil da Turquia. me parece que esse tipo de figo não é importado aqui talvez, por não ser mais produzido. me recordo quando ia à catequese, em l944 e l945, o padre no final da doutrina,costumava distribuir pela garotada esse tipo de bom figo. que saudades!

    Responder

Responder a joaquim Cancelar resposta

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>