Sophia: de menina (do mar) a escritora (do mundo)

“Era uma vez uma menina que, antes mesmo de aprender a ler, decidiu que queria escrever. Sabia de cor os versos da Nau Catrineta, que recitava em cima de uma mesa, para grande prazer de quem a ouvia. Chamava-se Sophia e viria a ser um dos mais importantes nomes da literatura portuguesa.” Assim se dá […]






O calendário avançou e…

… foi a vez de Setembro chegar. Letra pequena não andou por aqui, mas não esteve (sempre) a dormir. Nos próximos dias, iremos publicar os livros em atraso… Ou seja, os que foram divulgados no Público, mas não no blogue nem no Facebook. (Como a literatura não azeda, estarão sempre dentro do prazo de validade.) Obrigada […]