Uma amizade aquática…

Acreditar que este é um livro de estreia de uma ilustradora não é fácil. Pelo desenho, pela síntese, pelo talento. Aquário não tem palavras, mas tem sentido e emoção. A prova de como uma ideia simples consegue chegar ao leitor mais ou menos jovem sem precisar de grandes artifícios. Da observação das imagens, cada um […]






Sair da toca e descobrir o mundo

Sair da toca e descobrir o mundo (que é grande) e os outros (que são múltiplos). É o que António Mota quer dizer aos jovens leitores com esta história de dois irmãos coelhos que partem à procura da mãe, que se atrasou. Na verdade, o autor também quis dizê-lo ao neto, já que Onde Está […]






Rudyard Kipling e a filha “Mais-que-tudo”

Doze contos do mesmo autor de O Livro da Selva e que recebeu o Nobel da Literatura em 1907. Histórias Assim foi imaginado para a filha de Rudyard Kipling, a pequena Josephine. Nele se fala sobretudo de animais, numa mistura de verdade, imaginação e humor. Para serem lidas em voz alta, as histórias interpelam directamente […]






Escrever ao carteiro

“Aquele era o último dia de trabalho do senhor Costas. O último dia como único carteiro de toda a ilha.” É o início de uma narrativa textual e visual que conquista de imediato os adultos. Pelo menos alguns deles. E por isso a trazemos aqui, na expectativa de que a partilhem com as crianças das […]






A página Crianças (de Natal) foi assim

Aqui está a reprodução da página Crianças da edição do Público de 24 de Dezembro de 2016. Esperamos que a noite de Natal dos visitantes do Letra pequena tenha corrido bem. Entre a família e os amigos, com boa comidinha, as prendas desejadas e, mais importante que tudo, com muitos mimos e abraços. “Noite feliz, noite de amor…” como diz […]






Uma bancada de cozinha ou um livro?

Um livro de receitas, em que se aprende a fazer salada, caldo de feijão, pão de frigideira (“um pão-quase-pizza”), limonada, molho de iogurte, guacamole, vinagrete, sopa de tomate com ovos, bolo de maçã e, claro, batata chaca chaca. Do abastecimento da despensa ao momento em que chegam os convidados para a refeição, o leitor vai […]






A alegria de fazer de conta

“Hoje acordei a fazer de conta que estava a dormir. A mãe chegou ao quarto, e eu a fazer de conta que não a senti chegar.” Qualquer criança (ou adulto) se revê nesta descrição. E noutras que se seguem ao longo da narrativa, em que a protagonista se imagina num castelo, “transforma” o seu cão […]






Desculpas para chegar atrasado

Depois de Não Fiz os Trabalhos de Casa Porque… é agora a vez de a criança se justificar por ter chegado atrasada à escola. E continua a ser “vítima” de grandes contratempos, desde formigas gigantes que lhe comem o pequeno-almoço, ninjas ferozes que a impedem de chegar à paragem, um gorila colossal que “confundiu o […]






Mão Verde, um livro para cantar

Porque hoje [1 de Outubro] é Dia Mundial da Música, trazemos um livro (também) para cantar. Comecemos pelo fim, reproduzindo o registo nas últimas páginas deste livro e disco (ou “lisco” e “divro”, brincando como os autores) com as simpáticas e verdadeiras palavras: “As árvores quando morrem viram livros e os livros guardam histórias e […]






E as aulas a começar

Por estes dias, muitas crianças entram na escola pela primeira vez. Este livro é para elas. A protagonista desta história chama-se Alice, mas a sua paixão por dinossauros leva a que se apresente (e queira assim ser tratada) como “Ali-saura”. A pequena espera, no seu primeiro dia de aulas, que todos os miúdos e miúdas […]






Reencontrar Beatrix Potter

É muito provável que o leitor reconheça (e até identifique) as personagens/ilustrações que reproduzimos nesta página. Talvez antes mesmo de olhar para o nome da autora, registado na capa do livro aqui em cima, o tenha adivinhado: Beatrix Potter, pois então. Não é apenas o traço delicado e as formas suaves que ficam guardadas na […]






♪♫♪♫♪ Dança comigo ♪♫♪♫♪

Era uma vez um livro que não tinha palavras e que era e não era para crianças. Em rigor, a história tinha uma única palavra, “dança”, e vinha na capa do livro. Lá dentro, um homem sisudo, pesadão e desajeitado não conseguia acompanhar a alegria, leveza e agilidade de uma mulher. Ela e outros pares […]






O espelho vaidoso

Uma narrativa sobre a vaidade e como ela nos pode deixar sozinhos. Todos conhecemos a pergunta e a história que a celebrizou: “Espelho meu, espelho meu, existe alguém mais belo do que eu?” Pois aqui o desfecho é idêntico, a diferença é que o egocêntrico é o próprio espelho. Mas nem sempre foi assim. “Era […]






O sonho de voar

Este livro é um poema que faz voar qualquer leitor, tenha a idade que tiver. Ora escutem: “Não sabia o que queria, mas, se pudesse voar, seria. /Sentia por dentro uma inquietação de ave, vontade súbita e suave de longe, descolar do chão com destino sem mapa. Maneira de estar, sem estar, sempre de olho […]






Vamos jogar?

Não, não estamos a falar de bola (de futebol), mas de um jogo interactivo que convida a criança a mover uma bolinha amarela, mas apenas a duas dimensões. Assim que se abre o livro, ele conversa connosco. “Olá, até que enfim! Já estava a ficar aborrecido… Vamos jogar?” É difícil negar o convite, pelo que […]