Tudo o que nos passa pela cabeça

Comecemos pela contracapa, que nos diz: “Na Antiguidade julgava-se que o órgão responsável pelos nossos pensamentos e emoções era o coração. Hoje já sabemos que tudo o que somos – pensamentos, emoções, decisões, ideias – acontece dentro do cérebro, em conversa contínua com o resto do corpo.” “Mas como nasce um pensamento? Como funciona o […]






Histórias por todo o lado

Já que se assinala hoje (2 de Abril) o aniversário do nascimento de Hans Christian Andersen, a página Crianças deste sábado, no Público, foi totalmente dedicada à leitura. Por todo o país, bibliotecas, livrarias e outros espaços de cultura convidaram autores e mediadores a ler para as crianças. Que bom! Também tivemos mais espaço para escrever sobre […]






Actividades (e rabiscos) no papel

O calor convida à preguiça, mas há muitos livros que ajudam a manter os neurónios activos, mesmo que seja Verão. As actividades são simples e não exigem pressas. Colorir, desenhar ou resolver enigmas e labirintos servem para manter a mente ocupada e descontraída. Enquanto se espera que o calor acalme ou que o jantar seja […]






Os efeitos da passagem do tempo

“Com o tempo… Um menino cresce. Um lápis diminui”, começa por nos lembrar este livro, enquanto nos mostra um rapaz que já não cabe na página e um lápis vermelho minúsculo e muito vivido, de tantas vezes que foi afiado. Seguir-se-ão outras observações sobre os efeitos da passagem do tempo. E tanto pode ser a […]






“Quanto pesa um quilograma?”, “Como passa o tempo?”, perguntava Ana Vicente

(O texto que se segue foi divulgado no Público a 10 de Outubro de 2009, página Crianças, e no Letra pequena na mesma data) Já é o sexto título da colecção Mundo de Histórias, que conta com O H Perdeu Uma Perna, Para Que Serve o Zero?, Onde Está o Mi?, Onde Acaba o Arco-Íris? e Como Passa o Tempo? Neste, fala-se […]






Falar sem travões

Trava-Línguas, Trabalenguas, Virelangues, Tonguetwisters, Scioglingua é (escreve-se na contracapa) “um livro para quem gosta de… trocar de língua… enrolar a língua… trincar a língua… deitar a língua de fora… ter várias línguas”. Tudo verdade. Sem travões, o leitor que se aventurar a lê-lo em voz alta tropeçará nos “Pês”, irá engasgar-se nos “SSS’s”, nos “XXX’s”, […]