Boa Páscoa e… maçãs sem dentes

Se as Maçãs Tivessem Dentes lança-nos num exercício de imaginação e diversão. Literária e estética. Também pode ser visto como uma prática gramatical da utilização do conjuntivo. Independentemente do propósito de quem o criou, o resultado é o leitor ficar a imaginar “ses” em tudo o que tropeça. E nada tem que ver com a […]






O urso que era e não era

“Uma vez, na verdade, era uma terça-feira, o urso estava na orla de uma grande floresta a olhar fixamente o céu. Lá bem no alto, um bando de gansos voava em direcção ao sul.” Este é o início de um livro que foi publicado pela primeira vez em 1946, mas já nessa altura se antevia […]






A confiança maior é nos amigos de infância

Haverá confiança maior do que a que se deposita nos amigos de infância? Este livro trata disso mesmo, dos “amigos do peito”, cativados lá atrás no tempo, numa altura em que só o nome próprio chegava. (Espera-se que todos os leitores tenham ainda pelo menos um amigo assim.) “É de gente bem diferente que o […]






Se a minha casa voasse

Espelhos ou extensões de nós próprios, assim são as casas que habitamos. E às vezes desejamos levá-las tal qual para outros lugares. A menos que vivamos numa caravana, satisfazemos esse desejo forte de mudança alterando a nossa geografia e recriando noutro espaço o ambiente que nos faz sentir “em casa”. Neste livro do sempre poético […]






Interactividade sem ecrãs

Para ver através das páginas e à contraluz. Mas os desafios deste livro começam assim que se pega nele e antes mesmo de o abrirmos. Como folheá-lho? Da direita para a esquerda? De cima para baixo? Experimente você mesmo e descubra. Terá mais para descobrir, só terá de deixar que a luz atravesse as páginas. […]






O que tem de especial criar para crianças?

Público exigente e que não finge gostar, as crianças têm agora mais ofertas culturais de qualidade. Sem condescendências nem infantilismos. Davide Cali [foto em cima, o dos óculos…] e Serge Bloch [foto em baixo], ambos autores e ilustradores, estão em Lisboa para falar disso. Escritores, ilustradores, músicos, cineastas e programadores com experiência de criação e produção para […]






Davide Cali e Serge Bloch andam por aí

… por Lisboa. E isso é bom, muito bom. Pela primeira vez, os dois autores e ilustradores encontram-se “ao vivo”. Nunca estiveram frente a frente, sem tecnologia de permeio. Graças ao colóquio É então isto para Crianças? (9 e 10 de Fevereiro na Gulbenkian, Lisboa), dar-se-á o histórico encontro. Longe um do outro fizeram este livro maravilhoso. […]






O apressado e o contemplador

Quem não falou já com uma criança e teve a nítida sensação de que ela estava completamente noutro mundo? Mesmo que aparentasse manter-se neste, percebia-se que vivia em modo deslumbrado, imaginativo e fora do alcance de quem entretanto cresceu, tem horários a cumprir e compromissos agendados. Todos muito importantes e prioritários, claro! Pois é disso […]






Oferecer o mundo a um bebé

O que se pode dar a um bebé acabado de nascer? “Ele nasceu hoje mesmo/ E tudo o que ele sabe é nada/ ou quase nada.” Não conseguirá apreciar o cheiro de um perfume, “só iria fungar”, nem desfrutar dos brinquedos que alguém segurasse nas mãos, “fechava logo os olhos e adormecia”. Que oferecer então […]






Ler ao contrário

O Jardim de Babaï Texto e ilustração: Mandana Sadat Tradução: Dora Batalim e T. Sadat
 Edição: Bruaá Editora 32 págs., 14€ euros Um livro bilingue: português e persa. Mas as duas versões não são exactamente iguais. Logo no princípio da obra explica-se: “Este livro propõe uma leitura em português e uma leitura em persa em […]