Quando for grande, quero guardar livros

Uma criança reflecte sobre o que será quando for grande. E a mãe vai reflectindo com ela, contrariando-a na maior parte do tempo ou dando-lhe novas pistas. Mas sempre com grande (excessivo!) sentido de protecção. “Quando for grande quero guardar o Sol.” “Podes ficar cego! — diz a mãe.” Sílvio prossegue: “E se for guarda […]






Um livro com “uma barriga que cresce”

Amanhã [1 de Maio] é Dia da Mãe. Por isso escolhemos um livro com “uma barriga que cresce”. É assim que a história começa: “A minha mãe tem uma barriga. Todas as mães têm uma barriga. Aliás, todas as pessoas têm barrigas. Existem barrigas grandes, barrigas pequenas, barrigas lisas, barrigas redondas, barrigas e mais barrigas! […]






Duas mães imperfeitas e um pai também

Paredes de Vidro é uma peça de teatro sobre pais e filhos e está em cena em Lisboa (no Centro Cultural de Belém) até domingo. Porque “um filho é para toda a vida”. (Mas isso já vocês sabiam, não é verdade?) Fomos assistir ao ensaio geral e escrevemos uma curta prosa no Público. O grupo Teatro […]






Histórias coloridas para dias cinzentos

Histórias às Cores Texto António Mota Ilustração Paulo Galindro Edição Gailivro 32 págs., 10,90€ Uma caixa que nunca se abrirá, um gato e um cão quezilentos, uma menina indecisa, um leite-creme delicioso, uma pescaria sem peixes, uma cereja transformada em árvore, uma floresta de livros e o medo do que não existe. São oito histórias […]






Zambujal gostava de escrever a Vítor Gaspar

Mário Zambujal, que estava de braço esquerdo ao peito e inventou mil histórias para o justificar, não deixou de mostrar o seu lado mais “malandro” no 1.º Festival Literário de Castelo Branco. Um pequeno resumo das sessões a que Letra pequena assistiu no último dia do encontro (dia 26) está disponível no Público. (Foto de João Henriques) Obrigada à Booktailors  […]