Afinal, andámos a correr para onde?

Numa altura em que grande parte de nós se encontra circunscrita ao espaço doméstico, talvez seja boa altura para reflectir sobre a pressa que norteava os nossos dias antes de sermos obrigados a parar. “Todas as manhãs, mal o Artur engole uma colherada dos seus cereais com chocolate, o papá diz-lhe: — Vá! Está na […]






Os fardos que Adjoa transportou à cabeça

Adjoa viveu a infância a escutar uma e outra vez o imperativo: “Endireita-te!” Pela voz da mãe, da avó, das tias. Logo no arranque do livro ficamos a saber porquê. “Aqui, em Djougou [Benim], para que uma menininha cresça, põem-lhe coisas na cabeça. Coisas que ela não pode deixar cair e que tem de erguer […]






O mundo não cabe numa folha de papel?

O mundo é demasiado grande, “não cabe nesta folha”, deu-se conta uma menina persistente. Ainda assim, tentou desenhá-lo. Começou como sempre se começa um desenho, com um risco. E o risco fez-se traço maior e iniciou caminho, ganhou asas e percorreu mundo. Sempre com a menina a segurá-lo, mas sem o prender, condicionar ou limitar. […]






A minha casa és tu

Um livro-acordeão ou livro-harmónio, “que aberto pode ser uma rua, fechado pode ser uma casa”. Descrição que os autores nos fizeram chegar a dar conta de um dos livros que o casal de ilustradores editou depois de criar, em 2019, A Casa Nic e Inês Edições. “A minha casa é a tua casa”, começa por […]






Guia para interpretar frases dos adultos

Além do extenso título do livro, ainda se acrescenta a informação de que se trata de Um pequeno guia para a sua interpretação. E é disso mesmo que se trata. O que o autor propõe é que se ajude os mais novos a decifrar frases repetidamente proferidas pelos adultos, como “talvez, vamos ver” ou “não […]






O olhar implacável de Napoleão Pirueta

O filho de Emília e Augusto Pirueta nasceu com “quatro quilos e duzentos gramas, cinquenta centímetros e cara de poucos amigos”. Muito trabalho e arrelias haveria de dar aos pais, à irmã, Júlia, e ao mundo. Dotado de um olhar crítico implacável, “o morador mais novo da casa amarela, mesmo ao lado da farmácia, cresceu com […]






Quando o coração se fecha

Numa altura em que o calendário obriga… a falar de amor (nesta sexta-feira, 14 de Fevereiro, assinalou-se o Dia dos Namorados/Dia de S. Valentim), divulgamos a obra mais recente de uma autora que já passou por estas páginas com os títulos O Livro dos Erros e O André Semeão Não Tem Um Cavalo (Editora 20|20/Fábula). […]






O mar… sempre

Numa altura em que não se pode falar em mar sem pensar em plástico e refugiados, João Pedro Mésseder devolve-nos o prazer de desfrutar dessa imensidão de água salgada, inspiradora, rica, misteriosa e retemperadora. Com emoção e saber. “Apesar de no livro haver um pequeno poema que fala ‘da tragédia dos refugiados e dos migrantes, […]






Competir ou colaborar?

Histórias de cães e gatos é o que não falta por aí. Ora amigos, ora inimigos, ora as duas coisas em momentos diferentes. Mas o que será que acontece quando um pinguim aparece entre ambos? Aliam-se? Competem? Malhado é o gato, Patudo é o cão. Ambos escutaram um grande estrondo durante a noite, “alguma coisa […]






É bom ter macaquinhos no sótão

É com ansiedade que Miguel se prepara para ir passar as férias de Verão na casa do avô Jacinto. Tudo por causa dos “macaquinhos no sótão”. O rapaz revela assim o seu estado: “Se por um lado estava entusiasmado com a perspectiva da total ausência de regras, ansiando pelas tardes de brincadeira no jardim e […]






Gonçalo Viana vira o mundo do avesso

A história começa com uma interrogação: “Era uma vez dois amigos, um cão cor-de-laranja, um papagaio vermelho e uma árvore… branca?” E segue com um protesto e uma decisão: “Esqueceram-se de pintar a árvore! Este livro está estragado. O melhor é devolvê-lo.” Aconselhamos a que não o faça e que mergulhe, sem ideias feitas, no […]






Quando o vento sopra de feição…

… nascem livros assim. Um rapaz com um nome original, Clarabóia, vivia num momento e lugar em que o vento carcomia “o juízo às pessoas”. Cansado de assistir às discussões familiares e ao desassossego na rua e na escola, parte à procura da terra dos ventos (e de si próprio). O desafio de serenar a […]






O Lobo Mau escolhe um novo destino

O tradicional “mau da fita” desta vez não encontra o “verdadeiro” Capuchinho Vermelho. Aparece-lhe primeiro um urso e depois uma rã, a que sempre chama “sapo” (o que “não é bem a mesma coisa”, como ela lhe explica). Desorientado, literal e metaforicamente, não sabe para onde ir nem o que pensar. A rã sugere-lhe que […]






… e a tosse vai ao ar

A assinalar os 70 anos dos rebuçados Dr. Bayard, a editora Pato Lógico associou-se à marca e editou Um Milhão de Rebuçados. Inês Fonseca Santos usa a voz de um pequeno rapaz, curioso, que gosta de conhecer o passado e não percebe a mania de as pessoas quererem descobrir o futuro. “Quem quer saber coisas […]






Sophia: de menina (do mar) a escritora (do mundo)

“Era uma vez uma menina que, antes mesmo de aprender a ler, decidiu que queria escrever. Sabia de cor os versos da Nau Catrineta, que recitava em cima de uma mesa, para grande prazer de quem a ouvia. Chamava-se Sophia e viria a ser um dos mais importantes nomes da literatura portuguesa.” Assim se dá […]