Fátima Afonso vence Prémio Nacional de Ilustração com um sonho voador

O conjunto das ilustrações de Fátima Afonso para Sonho com Asas (texto de Teresa Marques, edição da Kalandraka) venceu a 21.ª edição do Prémio Nacional de Ilustração, atribuído pela Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB).   As menções especiais foram para Catarina Sobral, pelas ilustrações da obra Tão, tão Grande (com texto da própria e […]






Em Setúbal, a ilustração é uma festa

A terceira edição da Festa de Ilustração de Setúbal — É Preciso Fazer Um Desenho? decorre até dia de 2 Julho. António Jorge Gonçalves ocupa a Casa da Cultura e Manuel Ribeiro de Pavia, a Galeria do 11. Mas há mais espaços ilustrados na cidade.  (Artigo divulgado no Público.) Desde o início do mês de […]






Mi anda à procura do que não sabe se perdeu

O pequeno Mi deu-se conta de que perdera algo e foi procurar — sem saber muito bem o quê. Sandro William Junqueira conta-nos A Grande Viagem do Pequeno Mi e junta a sua voz à nossa galeria de Livros para Escutar. Quem não teve já a sensação de ter perdido algo? Sem saber exactamente o quê, […]






Tudo o que nos passa pela cabeça

Comecemos pela contracapa, que nos diz: “Na Antiguidade julgava-se que o órgão responsável pelos nossos pensamentos e emoções era o coração. Hoje já sabemos que tudo o que somos – pensamentos, emoções, decisões, ideias – acontece dentro do cérebro, em conversa contínua com o resto do corpo.” “Mas como nasce um pensamento? Como funciona o […]






“Quebrar a cabeça” no Dia Mundial do Livro

(Hoje, 23 de Abril, é Dia Mundial do Livro.) Como o nome anuncia, este livro é um quebra-cabeças. Também será o que nós quisermos, basta aceitarmos o desafio do autor e desatarmos a pintar pequenas caixas de cartão ou de papel (caixas de fósforos, de pastas dentífricas, de lâmpadas, de medicamentos, de tisanas, etc, etc). […]






Boa Páscoa e… maçãs sem dentes

Se as Maçãs Tivessem Dentes lança-nos num exercício de imaginação e diversão. Literária e estética. Também pode ser visto como uma prática gramatical da utilização do conjuntivo. Independentemente do propósito de quem o criou, o resultado é o leitor ficar a imaginar “ses” em tudo o que tropeça. E nada tem que ver com a […]






Na boca do lobo (que cheira mal)

Um livro que contém poemas poemas criados a partir de expressões idiomáticas comuns, como “andar com a cabeça na lua”, “fazer uma tempestade num copo de água” ou “ir por maus caminhos”. A que dá título à obra, “na boca do lobo”, mereceu este texto divertido de Sara Monteiro: “Na boca do lobo cheira sempre muito […]






Uma floresta quer-se arrumada?

Um texugo chamado Pedro é obcecado por limpezas e arrumações. Por isso não consegue deixar que a floresta seja o que se espera dela: um espaço natural e vivo, com a “desorganização ecológica” que lhe é característica. “Arrumava e organizava, era um fã das limpezas. Arrumava as flores, e as que eram diferentes, cortava-as logo, com […]






António Mota está nos Livros para Escutar

Ninguém deixa a Inês vestir-se de azul, mas ela quer ir bonita à festa do Ricardo. É mais um Livro para Escutar do Letra Pequena, contado pelo autor, António Mota. (Também pode ser escutado e visto no site do Público.) O conto que deu título ao livro Histórias às Cores foi lido no estúdio do […]






Lusofonia para menores

Foto: Marco Duarte/NFactos Texto divulgado na edição online do Público (dia 15 de Março) Escritores vão levar a lusofonia aos mais novos Durante cinco dias, escritores lusófonos de livros para a infância e juventude andam pela Grande Lisboa a motivar crianças para a leitura. Ilustradores e contadores de histórias também dão uma ajuda. Preciosa. Está a […]






Rir e versejar

Ritmo, brincadeira, imaginação, jogos de palavras, vocabulário rico e imagens bem-dispostas fazem de Versos Que Riem um livro de que é muito fácil gostar. Se for lido em conjunto e em voz alta, ainda se tornará mais apetitoso… Até porque lá dentro se encontra o Restaurante da Poesia, que tem uma ementa para os dias […]






Uma amizade aquática…

Acreditar que este é um livro de estreia de uma ilustradora não é fácil. Pelo desenho, pela síntese, pelo talento. Aquário não tem palavras, mas tem sentido e emoção. A prova de como uma ideia simples consegue chegar ao leitor mais ou menos jovem sem precisar de grandes artifícios. Da observação das imagens, cada um […]






Mais uma história às escuras

Mais uma história sem luz eléctrica, como a publicada em 2012, Uma Escuridão Bonita, dos mesmos autores: Ondjaki e António Jorge Gonçalves. Na apresentação do livro na quarta-feira no Correntes d’Escritas, Póvoa de Varzim, o escritor quis dar “uma explicação oficial” sobre estas histórias às escuras: “Não haver luz eléctrica em Luanda ajudou não só […]






Quando for grande, quero guardar livros

Uma criança reflecte sobre o que será quando for grande. E a mãe vai reflectindo com ela, contrariando-a na maior parte do tempo ou dando-lhe novas pistas. Mas sempre com grande (excessivo!) sentido de protecção. “Quando for grande quero guardar o Sol.” “Podes ficar cego! — diz a mãe.” Sílvio prossegue: “E se for guarda […]