Sophia: de menina (do mar) a escritora (do mundo)

CapaSophia

Era uma vez uma menina que, antes mesmo de aprender a ler, decidiu que queria escrever. Sabia de cor os versos da Nau Catrineta, que recitava em cima de uma mesa, para grande prazer de quem a ouvia. Chamava-se Sophia e viria a ser um dos mais importantes nomes da literatura portuguesa.”

Assim se dá início a uma curta biografia de Sophia de Mello Breyner Andresen, escrita com clareza e paixão. Jorge Lima escolheu recordar características da escritora na infância que facilmente conquistam os mais novos, como “adorava passear entre as flores e mordiscar as rosas que ia colhendo” ou “muito irrequieta e distraída, Sophia tinha dificuldade em seguir regras e era raro ter a farda e os cadernos em ordem”.

Lembra que a poeta “imaginava que os poemas ‘existiam por si mesmos’”, só “à espera de serem colhidos”. Fala da sua luta pela liberdade, do casamento com Francisco Sousa Tavares e de como os cinco filhos de ambos foram “os culpados” por se iniciar na escrita de livros para crianças que não as tratassem “como patetas”.

Regista que foi a primeira mulher portuguesa a receber o Prémio Camões, mas ressalva: “Se lhe dessem a escolher entre um prémio e um mergulho no mar, escolheria sempre o mar.”

A ilustradora arriscou nas cores e na composição, sendo muito eficaz na sensação de movimento e encantamento das figuras. Também as diferentes épocas e idades estão bem retratadas, quer no vestuário das personagens quer na atmosfera em que orbitam, sem forçar estereótipos ou lugares-comuns. É a primeira vez que nos cruzamos com Cristina Falcão na ilustração de livros para a infância. Esperamos voltar a encontrá-la a enriquecer e ampliar novos textos.

Sophia, a Menina do Mar
Texto: Jorge Lima
Ilustração: Cristina Falcão
Edição: Nuvem de Letras
32 págs., 12,90€

PáginaSophia

Aqui fica a página Crianças completa divulgada no Público de dia 14 de Dezembro. Como sempre, com as sugestões de agenda para toda a família do Guia do Lazer.

(Já tínhamos saudades de estar deste lado e de vos ter aí à espreita… Obrigada por continuarem a visitar o Letra pequena.)

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>