Dia de homenagear as mães que o merecem

CapaLivro2Maio

Amanhã [hoje, 3 de Maio] é Dia da Mãe. Sabemos que cada vez há mais dias para isto e para aquilo, mas este já existe há muito tempo e vale mais do que muitos outros. Por isso o assinalamos aqui. Adoro-te, Mãe é um livro de homenagem às mães que merecem ter um dia que as recorde e mime.

A dupla que assina esta obra também criou o título Adoro-te, Pai. A lógica é a mesma: mostrar a forma como alguém que ama os filhos os trata no dia-a-dia. Brincar, rir, cuidar é o que se espera de uma mãe com uma relação saudável com as crianças que fez nascer. Diz o protagonista, que não é filho único: “Mas se a gente briga, só ela é capaz de pegar na zanga e fazer uma dança. E se de dor ou tristeza um de nós chora – um beijo dela e vai tudo embora.”

Joanna Walsh é escritora, designer e tem uma pós-graduação em Ilustração, já fez trabalhos para o GuardianSunday Times e The New York Times. Judi Abbot nasceu em Itália e vive em Londres. Estudou Ilustração na Escola de Artes em Milão e trabalha geralmente com acrílicos, colagens e lápis de cor. Gosta de organizar oficinas criativas para crianças.

Neste livro, optou-se pela representação de animais, ainda que envolvidos em tarefas humanas. Na contracapa escreve-se, para as mães simpáticas: “O maior e mais bonito sorriso é o da mãe./ Ninguém como ela me sabe alegrar./ Abraços como os dela ninguém sabe dar.// No fundo, é simples. Como a Mãe, não há ninguém!

Adoro-te, Mãe
Texto: Joanna Walsh
Tradução: Carlos Grifo Babo
Ilustração: Judi Abbot
Edição: Jacarandá
32 págs., 10,90€

(Texto divulgado na edição do Público de 2 de Maio, página Crianças.)

MelhoresBeijinhos

Livro das mesmas autoras, editado pela Civilização. Mais trabalhos de Judi Abbot neste endereço de Twitter 

A mãe maior

ÁrvoreMãe

Um livro que fala da maior de todas as mães, a natureza. Mas também conta a história de uma mãe e de uma filha humanas. O corte de uma árvore que há muito tempo fazia parte da vida da mãe de uma menina entristeceu-a. A filha compreendeu a importância daquela forte ligação: “Sabes mãe, tu é as minha árvore!”

Árvore Mãe foi escrito por Florbela Castro e ilustrado por Catarina Torres. É um livro de formato grande e capa mole. As ilustrações incentivam a imaginação de quem as observa, já que escondem mais do que revelam. A tipografia, a fazer lembrar dactilografia, dá-lhe um toque de passado.

É um livro simples, despretensioso e que relata um episódio verdadeiro.

Árvore Mãe
Texto: Florbela Castro
Ilustração: Catarina Torres
Edição Mercado Azul
28 págs., 12,50€

Este título só se encontra à venda (por enquanto) na Mercado Azul, em Guimarães, e na Fnac daquela cidade.

Um comentário a Dia de homenagear as mães que o merecem

  1. Pingback: O livro Árvore Mãe – uma edição Mercado Azul | mercado azul

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>