Um pirata chamado Mimi

CapaLivroPág Crianças 23Nov

Quem não conhece a Bruxa Mimi fica já avisado de que é diferente de todas as outras. Tem roupas muito coloridas, é desajeitada nos feitiços e muito bem-disposta. Gosta de se divertir e só faz bruxarias loucas, mas pouco malévolas. Tem um gato preto (aí, até é parecida com outras bruxas), o Rogério, mas nem sempre o coitado consegue permanecer com essa cor. A bruxa já o pôs verde uma vez e de várias cores noutra.

Neste Mimi e os Piratas, “só” o transformou em papagaio. Como a feiticeira decidiu ser pirata no baile de máscaras do aniversário do primo Bartolomeu, o Rogério tinha de assumir uma personagem a condizer. E a história não ficaria completa se não houvesse um barco, um mapa do tesouro e um tesouro ele mesmo. Aliás, dois. Um cheio de latas de sardinha para o gato-papagaio Rogério. O que não acontece aqui é uma luta entre piratas. Os verdadeiros piratas fugiram para bem longe dos piratas falsos. E a festa continuou. Porque onde a Mimi estiver haverá sempre grande animação.

A colecção de histórias desta alegre feiticeira já vendeu mais de cinco milhões de livros, em vários formatos e diferentes línguas. Korky Paul, o ilustrador, vive em Oxford, mas nasceu no Zimbabwe. Há 26 anos, deu vida a esta colorida personagem. Ainda bem.

Mimi e os Piratas
Texto: Valerie Thomas
Tradução: Helena Rafael
Ilustração: Korky Paul
Edição Gradiva
28 págs., 13€

(Texto divulgado na edição do Público de 23 de Novembro, na página Crianças. Nele não o dissemos, mas a verdade é que não gostamos lá muito desta capa.)

Korky2

Em 2010, Letra pequena falou com o  ilustrador no Festival Internacional de BD da Amadora. Entre as várias mensagens que então deixámos por aqui, gostamos particularmente desta.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>