Lisboa (ainda não) desaparecida

CapaLivroPág.Crianças16Nov

Um livro que mostra Lisboa através da história de um rapaz, Cláudio, que mora em Alfama e “adopta” um cão que estava a ser maltratado pelo dono. Tudo se passa no Dia de Santo António, no meio dos preparativos para as marchas populares. Cláudio costuma apanhar o eléctrico 28 e sair na Rua da Conceição, onde fica a retrosaria do avô, Botão de Ouro.

Parece uma história de outros tempos. Ou talvez não. Clara Macedo Cabral, que vive em Londres há quase uma década, quis através deste livro conservar a memória de algumas tradições e lugares da cidade onde morava antes. E se muita coisa mudou, nem tudo desapareceu. Se vier a desaparecer, pelo menos ficou registado aqui.

O texto é bilingue (português e inglês), o que justifica o título Lisbon Story. Destina-se a crianças lusófonas e a famílias falantes de inglês que estejam de visita a Lisboa ou com planos de o fazer.

A ilustração da eslovaca Andrea Lozekova faz-se sobre fotografias da cidade, podendo ver-se que os lugares descritos existem mesmo: Feira da Ladra, retrosarias, Mosteiro de São Vicente, pátios enfeitados e sardinhadas. O efeito resulta bem. Melhor nuns casos (dentro do eléctrico e à porta da retrosaria) que noutros (na taberna e num dos pátios). Mas o conjunto é bastante apelativo e original. Fica-se mesmo com vontade de passear por Lisboa.

Lisbon Story
Texto: Clara Macedo Cabral
Ilustração: Andrea Lozekova
Edição: Sopa de Letras
42 págs., 9,95€

(Texto divulgado na edição do Público de 16 de Novembro, na página Crianças.)

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>