Amigos, apesar da guerra

separador LetraMaior JPEG

CapaLivroPág.Crianças 2Nov

Um livro sobre dois amigos que se conheceram na Polónia, no início da Segunda Guerra Mundial. Heinrich (alemão) e Jósef (judeu) vão conseguir manter a sua amizade, apesar do sofrimento e horror de uma guerra que não compreendem.

A história é-nos dada pela voz de Heinrich, que a registou num caderno já perto do final da sua vida. Através dela, o neto, Henrique, irá compreender a razão por que o avô às vezes estava tão triste. “Adormecemos a dor, mantemo-la sossegada anos a fio, a hibernar como os ursos. Mas há uma altura em que, mesmo sem querermos, ela desperta e, como um lobo assustado e faminto, nos ataca à queima-roupa.”

Escrito com sensibilidade e correcção, O Caderno do Avô Heinrich venceu o Prémio Literário Maria Rosa Colaço 2012, na categoria Literatura Juvenil. Indicado pela editora para leitores dos 10 aos 14 anos, pode servir de ponto de partida para o estudo de um período histórico que a todos devia envergonhar.

Depois, importará mais valorizar o ponto de chegada: “Descubro agora que estou velho, que somos feitos de barro e a vida é que nos vai moldando. Apenas nos é dada, todos os dias, a oportunidade de escolher se queremos viver como ratos ou como condores. Sei que o meu pai sempre teve razão. É possível acordar todas as manhãs e começar de novo.”

O Caderno do Avô Heinrich
Texto: Conceição Dinis Tomé
Edição: Editorial Presença
88 págs., 6,60€

(Texto divulgado na edição do Público de 2 de Novembro 2013, na página Crianças.)

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>